Escolha as suas informações

Trump anuncia novas sanções contra a China e afunda mercados
Economia 02.08.2019

Trump anuncia novas sanções contra a China e afunda mercados

Trump anuncia novas sanções contra a China e afunda mercados

Foto: AFP
Economia 02.08.2019

Trump anuncia novas sanções contra a China e afunda mercados

Trump justificou a sua decisão acusando os dirigentes de Pequim de não terem cumprido duas promessas: compras massivas de produtos agrícolas aos EUA e paragem das vendas de fentanyl, um opiáceo muito forte que está a fazer estragos nos EUA do qual a China é um importante produtor.

Donald Trump anunciou sexta-feira de surpresa, na rede social Twitter, que ia impor tarifas alfandegárias suplementares sobre importações oriundas da China, no montante de 300 mil milhões de dólares, o que provocou uma queda imediata da bolsa nova-iorquina.

Estas importações tinham sido poupadas até agora na guerra comercial que o Presidente norte-americano mantém com a China.

As novas tarifas começam a ser aplicadas em 01 de setembro, adiantou Trump, que disse ainda que as negociações bilaterais, reiniciadas esta semana em Xangai, iam continuar.

As mensagens de Trump no Twitter provocaram a queda repentina dos índices bolsistas.

Às 19:00 de Lisboa, o seletivo Dow Jones, que estava a ganhar 1,0%, passou a evoluir em baixa de 0,61%, o alargado S&P500 a ceder 0,30% e o tecnológico Nasdaq a recuar 0,69%. O barril de petróleo do Texas passou a cotar com uma queda de 7,4%.

Trump justificou a sua decisão acusando os dirigentes de Pequim de não terem cumprido duas promessas: compras massivas de produtos agrícolas aos EUA e paragem das vendas de fentanyl, um opiáceo muito forte que está a fazer estragos nos EUA do qual a China é um importante produtor.

As duas partes estavam a dar contas de discussões “produtivas” no âmbito das negociações recomeçadas em Xangai, para procurar acabar com a guerra comercial iniciada por Trump.

As discussões devem continuar em Washington em setembro, segundo a agenda divulgada antes do anúncio hoje feito por Trump.

Lusa

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

China e EUA suspendem guerra comercial
No quadro da próxima cimeira entre norte-americanos e norte-coreanos, a decisão foi tomada após dois dias de intensas negociações entre Washington e Pequim.
Na rua da grande cidade: Jeans e bourbon
Um “bar de bourbons” abriu recentemente perto do sítio onde vivo. Eu, que não sou apreciador de whisky, presumo ainda assim que os melhores exemplares continuam a vir da Escócia e da Irlanda, e imagino que restringir o bar apenas a whiskies provindos dos EUA seja uma simples jogada de marketing de nicho. Seja como for, a ideia está a resultar, porque o local tem estado bastante concorrido, mas teve muito azar no timing: ainda há pouco apareceu e talvez já vá ter de fechar as portas, porque o produto que vende vai encarecer.