Escolha as suas informações

Três 'novos' iPhone e outras novidades: o que esperar do evento da Apple

Três 'novos' iPhone e outras novidades: o que esperar do evento da Apple

Foto: Apple
Economia 3 min. 11.09.2018

Três 'novos' iPhone e outras novidades: o que esperar do evento da Apple

Os já habituais anúncios (mais ou menos secretos) da Apple causam alguma ansiedade e burburinho entre o mundo tech e a concorrência. Durante o evento de amanhã, o ponto alto deverá ser o lançamento de três 'novas' (ou não tão novas) versões do iPhone. Mas há mais.

Cumprindo a tradição, na segunda semana da setembro, o CEO da Apple, Tim Cook, apresentará as novidades tecnológicas na sede da empresa, em Cupertino na Califórnia para os próximos meses. A edição deste ano acontece esta quarta-feira, dia 11, a partir das 10:00 horas locais (19:00 no Luxemburgo).

iPhone

Os novos modelos iPhone serão um 'update' do X, lançado em setembro de 2017.
Os novos modelos iPhone serão um 'update' do X, lançado em setembro de 2017.
Foto: Apple

Segundo a Bloomberg avançou em agosto passado, a Apple deverá lançar três novos iPhone no evento agendado para amanhã de manhã (final da tarde na Europa). Na verdade, pode dizer-se que os dispositivos constituem atualizações ao modelo já existente do que propriamente novidades.

Uma delas será uma versão nova do já existente iPhone X, que deverá chamar-se Xs. Tal como no iphone 4S, 5S ou 6S, o S estará mais ligado às melhorias em relação às versões anteriores do que propriamente ao tamanho (como Xs poderá sugerir). Segundo fontes citadas pela Bloomberg, o telefone terá um ecrã de 5.8 polegadas e algumas melhorias no processador e na câmara face ao iPhone X lançado no ano passado. Segundo alguns rumores, o Xs poderá também existir em dourado.

No que toca a iPhones, a segunda novidade será uma versão maior do X, com o nome provável iPhone Xs Max, o maior e mais caro da marca até agora. O preço base deverá rondar os 860 euros. O ecrã deverá ter 6.5 polegadas e manterá o design bem como as duas câmaras na parte de trás. Será também o segundo telemóvel da empresa a implementar a tecnologia OLED - diodo emissor de luz orgânico.

A empresa poderá ainda introduzir a tecnologia dual-SIM nos modelos Xs e no Xs Max, pelo menos em algumas regiões. Fontes da Bloomberg referem ainda um terceiro telemóvel, com ecrã LCD, uma alternativa mais barata ao X. O modelo poderá manter o mesmo design (incluindo o ecrã curvo) e a tecnologia de reconhecimento facial (Facial ID). O sensor de identidade por impressão digital e o botão central deverão ser descontinuados.

Apple Watch

O Apple Watch 4 terá um ecrã ligeiramente maior do que o modelo anterior, na foto.
O Apple Watch 4 terá um ecrã ligeiramente maior do que o modelo anterior, na foto.
Foto: Apple

Uma nova versão do Apple Watch será outra das novidades anunciadas por Tim Cook. O Apple Watch 4 terá um ecrã ligeiramente maior do que o anterior mas o tamanho do visor mantém-se inalterado. O novo modelo continuará a ser compatível com as pulseiras dos modelos anteriores.

Apesar de ainda pequeno quando comparado com o iPhone, o Apple Watch constitui uma parte importante nas vendas da marca: 3,5 milhões de dispositivos vendidos no segundo trimestre de 2018, segundo a consultora Canalys. A título de comparação, as vendas de iPhones chegaram às 41 milhões de unidades no mesmo período.

iPad

Poucos meses após ter lançado uma versão mais barata do iPad (na foto), a Apple deverá anunciar novas versões do tablet.
Poucos meses após ter lançado uma versão mais barata do iPad (na foto), a Apple deverá anunciar novas versões do tablet.
Foto: Apple

Apesar de menos provável, novos modelos do iPad Pro poderão estar na caixinha de surpresas do evento de amanhã. O novo gadget deverá acompanhar as alterações introduzidas pelo iPhone X, incluindo o Face ID e deixa cair o botão principal e o sensor de impresão digital. O maior desafio nesta alteração será o de saber se o Face ID será eficaz num dispositivo que pode ser usado tanto verticalmente como o horizontalmente (no iPhone, este sistema é tipicamente utilizado na vertical). Os novos modelos deverão ter 11 e 12.9 polegadas.

Em março deste ano, a empresa lançou uma versão mais barata, de 9.7 polegadas, por um preço base de 347 euros. O dispositivo constitui um dos calcanhar de Aquiles da Apple. Apesar de liderar o mercado de tablets desde 2012, as vendas têm vindo a decair devido à concorrência da Samsung e Lenovo. Segundo o portal Statista, as vendas de iPads representavam 7% do lucro total da empresa no primeiro trimestre de 2017.

Catarina Osório

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

Novos iPhone chegam ao Luxemburgo a 21 de setembro
Os rumores não enganaram. Como esperado há vários meses, a Apple lançou ontem três novos iPhone e um novo smartwatch num evento sempre muito ansiado pelos fãs da tecnológica. Os dispositivos vão estar disponíveis no Luxemburgo a partir da próxima semana.