Escolha as suas informações

Transfronteiriços franceses vão receber subsídio de 100 euros
Economia 16.11.2021
França

Transfronteiriços franceses vão receber subsídio de 100 euros

França

Transfronteiriços franceses vão receber subsídio de 100 euros

Foto: Guy Jallay
Economia 16.11.2021
França

Transfronteiriços franceses vão receber subsídio de 100 euros

Redação
Redação
Este "subsídio de inflação", pago pelo Governo, destina-se a todos os franceses que recebam menos de dois mil euros líquidos mensais.

Boas notícias para os franceses que atravessam todos os dias a fronteira para trabalhar no Luxemburgo. O Governo francês confirmou que o "subsídio de inflação" de 100 euros, anunciado em outubro, para todos aqueles que ganhem menos de dois mil euros líquidos por mês, também se aplica aos que trabalham fora do país (nomeadamente no Grão-Ducado). 

Em resposta a uma pergunta parlamentar, o executivo confirmou que é a condição de residência que prevalece no pagamento deste subsídio. "Os trabalhadores fronteiriços que residem em França têm direito à compensação pela inflação. Atendendo ao facto de a atividade ser exercida no estrangeiro, o pagamento da compensação da inflação será efetuado de acordo com os meios apropriados, recorrendo à Administração Fiscal (DGFIP)", adiantou o Governo francês, citado pelo jornal Paperjam. 

Residentes do Luxemburgo, Bélgica ou outro país fronteiriço que estejam empregados em território francês não estão elegíveis para receber os 100 euros. 

Ao anunciar a criação deste mecanismo em outubro, o primeiro-ministro, Jean Castex, descreveu-o como uma "resposta excecional para uma situação excecional".  No total, esta medida deverá apoiar 38 milhões de pessoas, visando compensar a escalada de preços, sobretudo dos combustíveis, numa altura em que as famílias ainda estão a recuperar dos efeitos económicos da pandemia da covid-19.


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas