Escolha as suas informações

Taxa de inflação na UE ultrapassa os 10% e atinge os 8,6% no Luxemburgo
Economia 16.09.2022
Inflação

Taxa de inflação na UE ultrapassa os 10% e atinge os 8,6% no Luxemburgo

Inflação

Taxa de inflação na UE ultrapassa os 10% e atinge os 8,6% no Luxemburgo

Economia 16.09.2022
Inflação

Taxa de inflação na UE ultrapassa os 10% e atinge os 8,6% no Luxemburgo

Redação
Redação
Segundo o Eurostat, a taxa de inflação anual fixou-se, em agosto, nos 10,1% na União Europeia. O Grão-Ducado teve a quarta taxa de inflação mais baixa do conjunto dos 27 Estados-membros.

A taxa da inflação anual na União Europeia (UE) ultrapassou a barreira dos 10% em agosto, divulgou esta sexta-feira o Eurostat.

De acordo com os dados do serviço estatístico da UE, a taxa de inflação anual - medida pelo Índice Harmonizado de Preços ao Consumidor (IHPC) – fixou-se, em agosto, em 10,1%, valor que se compara com os 3,2% homólogos e os 9,8% de julho.


No pior cenário económico, haverá cinco indexações aos salários em 2023
Neste cenário, o gás seria 225% mais caro no próximo outono e inverno, em comparação com este verão. Os preços da eletricidade aumentariam 50%. Mas o Governo também libertaria mais tranches do 'index'.

Entre os Estados-membros, as menores taxas de inflação foram registadas em França (6,6%), Malta (7%) e Na Finlândia (7,9%). O Luxemburgo atingiu uma taxa de 8,6%, a quarta mais baixa do conjunto dos 27. 

Portugal também registou, em agosto, uma taxa de inflação abaixo da média da UE, na ordem dos 9,3%, que compara com uma taxa homóloga de 1,3% e de 9,4% em julho.    

Já os valores mais elevados da inflação foram, por seu lado, observadas na Estónia (25,2%), Letónia (21,4%) e Lituânia (21,1%).   

Zona euro com taxa de inflação de 9%

Na zona euro, o Eurostat confirmou a estimativa de 9,1% de taxa de inflação, face aos 3,0% de agosto de 2021 e os 8,9% de julho.


Luxemburgo. Gás sobe 80% já em outubro e eletricidade aumenta 45% em janeiro
Previsões do Statec apontam para nova subida da inflação resultante do acréscimo nas tarifas energéticas, com impacto generalizado nos preços dos bens e serviços.

Na variação em cadeia, a taxa de inflação anual recuou em 12 Estados-membros e avançou nos outros 15.      

A taxa de inflação anual na zona euro e na UE tem vindo a acelerar desde junho de 2021, principalmente devido à subida dos preços da energia, e a atingir valores recorde desde novembro.

 (Com Lusa)

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A taxa de inflação anual manteve-se nos 1,3% na zona euro no passado mês de julho, comparativamente com a do mês anterior, segundo o Gabinete de Estatísticas da União Europeia (Eurostat). No Luxemburgo rondou 1,8%.