Escolha as suas informações

Taxa de desemprego fixou-se nos 5,4% em agosto no Luxemburgo
Economia 20.09.2019

Taxa de desemprego fixou-se nos 5,4% em agosto no Luxemburgo

Taxa de desemprego fixou-se nos 5,4% em agosto no Luxemburgo

Economia 20.09.2019

Taxa de desemprego fixou-se nos 5,4% em agosto no Luxemburgo

Em agosto, havia 15.370 pessoas inscritas nos centros de emprego, um aumento de 2,9% face ao período homólogo.

A taxa de desemprego no Luxemburgo fixou-se nos 5,4% em agosto. Este é também o valor que se tinha registado há um ano.

Comparativamente com o mês passado, há uma diferença entre os valores da taxa de desemprego atuais, face aos reportados há um mês. No comunicado da Agência para o Desenvolvimento do Emprego (Adem) relativo ao desemprego do mês anterior - de julho - a taxa de desemprego indicada era de 5,5%. No entanto, a taxa relativa a julho indicada no site do instituto de estatística luxemburguês (Statec), é agora mais baixa: de 5,4%.

Em agosto, havia 15.370 pessoas inscritas nos centros de emprego, um aumento de 2,9% face ao período homólogo, de acordo com a Adem.

O desemprego continua a crescer entre aqueles que têm mais qualificações: houve mais 14,7% de inscritos que frequentaram o ensino superior, face ao mesmo mês do ano passado. Por outro lado, houve uma diminuição dos inscritos com o ensino secundário inferior, de 4,2% e um aumento de 7,8% daqueles que têm o ensino secundário superior. Apesar disso, em termos absolutos, há menos desempregados que passaram pela universidade do que aqueles que não a frequentaram: são 3.427 contra os 11.943 inscritos com o ensino secundário.

Do lado das ofertas de emprego, as empresas declararam vagos 2.550 postos de trabalho, uma redução de 2,6% face ao período homólogo. Contabilistas, auditores, informáticos e pessoal para restauração são os profissionais mais procurados pelos empregadores.


Notícias relacionadas

Taxa de desemprego cai para mínimos desde maio de 2009
A taxa de desemprego desceu em setembro, para 5,4%, o nível mais baixo desde maio de 2009. De acordo com o dados divulgados hoje pela Agência para o Desenvolvimento do Emprego (Adem), o número de desempregados inscritos nos centros de emprego era de 14.582 a 30 de setembro, menos 7,7% do que o registado um ano antes.