Escolha as suas informações

TAP conta com Luxemburgo para aumentar capacidade nos meses de verão
Economia 28.05.2021

TAP conta com Luxemburgo para aumentar capacidade nos meses de verão

TAP conta com Luxemburgo para aumentar capacidade nos meses de verão

Foto: Chris Karaba
Economia 28.05.2021

TAP conta com Luxemburgo para aumentar capacidade nos meses de verão

Grão-Ducado é um dos 14 países cujos passageiros podem viajar em lazer para Portugal e cujas viagens a companhia aérea estima que possam contribuir para aumentar a operação entre julho e setembro.

 A TAP prevê que a sua capacidade aumente gradualmente para 65% entre julho e setembro, face ao levantamento das medidas restritivas de entrada de passageiros em Portugal, em especial com os países cujos já passageiros podem viajar em lazer para território português, e onde se inclui o Luxemburgo.


Governo português e CEO da Ryanair trocam acusações por causa da TAP
Ministro das Infraestruturas, Pedro Nuno Santos, e Michael O'Leary, responsável pela companhia low-cost, estiveram reunidos esta quarta-feira, uma semana depois de a justiça Europeia ter dado razão à Ryanair e anulado o aval de Bruxelas às ajudas estatais à TAP.

Segundo os dados avançados pela companhia aérea numa newsletter interna, divulgada pela Lusa, a companhia aérea estima que "a percentagem da capacidade, face a igual período de 2019, venha a aumentar, gradualmente, para valores de 34% em maio, 49% em junho e 65% para os meses de julho, agosto e setembro".

No documento, assinado pelo presidente executivo da TAP, Ramiro Sequeira, a transportadora justificou estes números com base no levantamento da entrada de passageiros em Portugal, especialmente as referentes aos viajantes de 14 países europeus para os quais já são entradas no país por motivos de férias e lazer. Países como o Luxemburgo e outros com forte presença da comunidade portuguesa fazem parte dessa lista, composta, além do Grão-Ducado, pela Alemanha, França, Suíça, Reino Unido, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Espanha, Irlanda, Itália, Países Baixos, Polónia e República Checa.  


Catástrofe aérea com avião da TAP evitada por pouco
Dois aviões um da TAP outro da Ethiopian Airlines falharam por pouco uma colisão no cruzamento de duas rotas aéreas no espaço aéreo da República Democrática do Congo.

Assim, para junho, o plano da TAP prevê a operação de 413 voos para destinos europeus, 117 voos semanais no continente e nas ilhas, 40 para África, 37 para a América do Norte e 26 para o Brasil.

Em agosto, a companhia planeia operar mais de 862 voos por semana, num total de 96 rotas, refere o documento citado pela Lusa.

A TAP lançou também novas rotas para este verão, com uma aposta nos destinos de praia de Marrocos, Tunísia, nas ilhas Baleares e Canárias (Espanha) e Cancun (México).

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A TAP inaugurou este sábado a nova rota para o Canadá um voo que "nasceu para o sucesso", afirmou hoje o presidente executivo da companhia aérea.