Escolha as suas informações

Supervisor financeiro aperta concessão de crédito ao imobiliário
Economia 19.11.2020

Supervisor financeiro aperta concessão de crédito ao imobiliário

Supervisor financeiro aperta concessão de crédito ao imobiliário

Foto: Guy Wolff/Luxemburger wort
Economia 19.11.2020

Supervisor financeiro aperta concessão de crédito ao imobiliário

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A Comissão de Supervisão do Setor Financeiro (CSSF) emitiu recentemente uma circular em que insta os bancos do Luxemburgo a definir novos critérios de concessão de crédito à habitação.

As diretrizes visam evitar o sobreendividamento. Desta forma, a partir do dia 1 de janeiro de 2021, o valor do empréstimo concedido pelos bancos não poderá superar o valor da compra do alojamento. Atualmente, alguns bancos emprestam um valor acima do da casa ou apartamento. Por exemplo, para realizar trabalhos de renovação da habitação. Mas dentro de cerca de mês e meio, isso já não será possível. 

De acordo com as diretrizes da CSSF, na compra de um primeiro bem imobiliário os bancos poderão conceder a totalidade do valor do alojamento. No caso de uma segunda compra, o financiamento não poderá exceder os 90% do valor da habitação. 


Habitação. “Temos medidas para evitar que os preços continuem a aumentar rapidamente”
“Estamos muito confiantes em relação ao futuro”, afirma o ministro das Finanças, Pierre Gramegna, em entrevista ao Contacto.

Já a concessão de crédito à habitação para investidores – no caso de compra com objetivo de arrendar depois – terá critérios ainda mais restritivos. Os bancos poderão financiar apenas 80% do bem imobiliário. A CSSF classifica as novas regras de "essenciais para garantir a estabilidade do setor financeiro e para evitar que os bancos se tornem cúmplices da especulação imobiliária". Note-se que os preços do mercado imobiliário luxemburguês registaram em média uma subida de 7,2% nos últimos cinco anos.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas