Escolha as suas informações

STATEC: Profissionais do setor financeiro e educação com salários mais altos do Luxemburgo

STATEC: Profissionais do setor financeiro e educação com salários mais altos do Luxemburgo

Foto: Chris Karaba
Economia 01.02.2017

STATEC: Profissionais do setor financeiro e educação com salários mais altos do Luxemburgo

Quem trabalha no setor financeiro e na educação tem os salários mais elevados do Luxemburgo, podendo chegar aos 90 mil euros anuais, de acordo com os dados do STATEC.

Quem trabalha no setor financeiro e na educação tem os salários mais elevados do Luxemburgo, podendo chegar aos 90 mil euros anuais, de acordo com os dados do STATEC.

Segundo o Instituto luxemburguês de estatísticas, em sentido inverso, o setor de alojamento e restauração é o que pratica os vencimentos mais baixos.

Para o STATEC, as diferenças salariais explicam-se pelo perfil de trabalhador, tendo em conta fatores como o nível educacional, a idade e a antiguidade na empresa, por exemplo.

Se o salário médio é de 59,7 mil euros por ano, este pode chegar aos 90 mil euros para quem trabalha no setor financeiro e de seguros.

Já na restauração, o ordenado médio é pouco superior a 30 mil euros por ano.

Do total de trabalhadores, apenas 29% são luxemburgueses, seguindo-se os franceses e os portugueses.

Os luxemburgueses trabalham sobretudo na administração pública e no ensino, bem como no setor da saúde e ação social.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

STATEC: Salários cresceram 3,8% num ano
Os salários nominais cresceram 3,8% no segundo trimestre deste ano no Luxemburgo, segundo dados revelados no último “Flash Conjoncture”, do Instituto Nacional da Estatística (STATEC).
EDITORIAL: A fatura dos imigrantes
“Mais de metade do eleitorado trabnão mudar, vão ser sempre os mesmos a pagar a fatura.” alha na Função Pública. São estes que escolhem quem governa o país e enquanto isto não mudar, vão ser sempre os mesmos a pagar a fatura.”
Trabalhadores recrutados em Portugal acabam explorados em obras no Luxemburgo
Há portugueses recrutados por empresas de construção em Portugal para trabalhar no Luxemburgo que acabam a ser explorados. Recebem salários muito abaixo do mínimo luxemburguês e trabalham domingos e feriados. Sem conhecerem o país nem a língua, são poucos os que apresentam queixa, diz o 
sindicato LCGB.