Escolha as suas informações

Regime especial de desemprego parcial atribuído a mais de 12.600 empresas desde julho
Economia 22.10.2020

Regime especial de desemprego parcial atribuído a mais de 12.600 empresas desde julho

Regime especial de desemprego parcial atribuído a mais de 12.600 empresas desde julho

Foto: Lex Kleren/Luxemburger Wort
Economia 22.10.2020

Regime especial de desemprego parcial atribuído a mais de 12.600 empresas desde julho

Diana ALVES
Diana ALVES
O regime especial de desemprego parcial que está em vigor desde julho, para ajudar as empresas em dificuldades devido à crise, já foi atribuído a 12.631 empresas.

Já o regime que vigorou durante o estado de emergência – de março a junho – foi concedido a 14.810 empresas. Os dados aparecem num novo documento publicado pela Direção das Classes Médias e do Ministério da Economia que compila as ajudas disponibilizadas pelo Governo no âmbito da crise pandémica.

Recorde-se que o regime atual de desemprego parcial, que deveria expirar a 31 de dezembro, foi prolongado, embora o prazo-limite ainda não tenha sido definido. O setor da Horesca foi um dos que reivindicou o prolongamento do regime até ao verão de 2021. Numa entrevista à RTL, esta semana, o ministro do Trabalho, Dan Kersch, avançou que a data será decidida com os parceiros sociais. Embora haja muito por esclarecer na matéria, Dan Kersch já referiu que a futura proposta vai prever que empresas que recebem ajudas terão de dar  contrapartidas. Não avançar com despedimentos, ter um plano de manutenção do emprego ou um plano de retoma deverão ser algumas delas.

Segundo os dados do Governo, os subsídios de desemprego parcial atribuídos serviram para ajudar a pagar os salários de mais de 89 mil trabalhadores.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas