Escolha as suas informações

Quase 20% dos trabalhadores têm emprego em part-time
Economia 08.04.2019

Quase 20% dos trabalhadores têm emprego em part-time

Sicherheitshelme

Quase 20% dos trabalhadores têm emprego em part-time

Sicherheitshelme
Economia 08.04.2019

Quase 20% dos trabalhadores têm emprego em part-time

A construção é o setor que menos emprega em part-time no Luxemburgo, com 3,6%.

Os empregados que trabalham em part-time no Luxemburgo são 18,3% do total. De acordo com os dados do Eurostat relativos a 2016, a percentagem fica abaixo da média europeia, que é de 26%.

O valor do Grão-Ducado fica muito abaixo do holandês, em que 55,1% dos trabalhadores só têm um trabalho a tempo parcial. A Bélgica e a Alemanha surgem a seguir no ranking, com 42,2% e 36,9%, respetivamente. Pelo contrário, a Croácia regista apenas 4,3% dos trabalhadores com um emprego em part-time, seguida pela Roménia, com 5,1%.

Por setores, a maior percentagem de trabalhadores em part-time no Luxemburgo encontra-se no setor dos serviços, com 19,5%, seguindo-se a economia empresarial, com 15,3%. A construção é o setor que menos emprega em part-time, com 3,6%. Na indústria, a fatia de trabalhadores a tempo parcial é de 4,5%.

O Eurostat analisa também o número de horas de trabalho que são pagas: se num emprego em full-time, o número não chega às 40 horas semanais, num trabalho em part-time ultrapassa as 20 horas no caso do Luxemburgo. Os valores ficam em linha com os da média europeia, de quase 38 horas para um emprego a tempo inteiro e quase 20 a tempo parcial.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas

STATEC: Emprego no sector financeiro cresce 3,1%
A praça financeira luxemburguesa emprega atualmente 46.800 pessoas, segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (STATEC), referentes ao primeiro trimestre deste ano. O número traduz um crescimento de 3,1%, face a igual período de 2016.