Escolha as suas informações

Quase 150 estaleiros mantêm atividade nas férias coletivas
Economia 28.07.2021
Construção

Quase 150 estaleiros mantêm atividade nas férias coletivas

Construção

Quase 150 estaleiros mantêm atividade nas férias coletivas

Foto: Anouk Antony/Luxemburger Wort
Economia 28.07.2021
Construção

Quase 150 estaleiros mantêm atividade nas férias coletivas

Susy MARTINS
Susy MARTINS
As férias coletivas no setor da construção arrancam a 30 de julho e prolongam-se até 22 de agosto.

A partir de 30 de julho, a maior parte dos estaleiros do país estarão silenciosos, com exceção de 148 projetos em que as empresas fizeram um pedido de exceção para manterem a atividade durante as férias coletivas. No total, houve 223 pedidos, mas só 148 autorizações foram concedidas, um número superior ao do ano passado. 

A lei prevê que as empresas possam fazer um pedido de exceção relativamente às férias coletivas, em que os operários continuam a trabalhar durante este período, que este ano será entre 30 de julho e 22 de agosto.

Na maior parte das vezes são obras de caráter mais urgente como escolas ou trabalhos em fábricas durante as paragens de produção. Segundo a Inspeção do Trabalho (ITM), o aumento de pedidos de exceção devem-se às inundações de 14 e 15 de julho. 


Construir uma habitação no Luxemburgo é agora 5% mais caro do que há um ano
O índice de preços no setor da construção aumentou de 4,3% entre os meses de outubro de 2020 e abril deste ano. Trata-se da maior evolução semestral registada desde abril de 1992, ou seja, dos últimos 29 anos.

As autorizações são concedidas por uma comissão que integra empregadores, sindicatos e representantes do Ministério do Trabalho. Os trabalhos de construção durante este período só podem ser executados pelos trabalhadores, de forma voluntária, sendo que os trabalhadores não podem ser obrigados a prescindir das suas férias coletivas. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas