Escolha as suas informações

Quarentena de não vacinados descontada dos dias de férias? Diretor da UEL defende que sim
Economia 10.01.2022
Covid-19

Quarentena de não vacinados descontada dos dias de férias? Diretor da UEL defende que sim

Covid-19

Quarentena de não vacinados descontada dos dias de férias? Diretor da UEL defende que sim

Foto: AFP
Economia 10.01.2022
Covid-19

Quarentena de não vacinados descontada dos dias de férias? Diretor da UEL defende que sim

Susy MARTINS
Susy MARTINS
União das Empresas Luxemburguesas defende que os dias de quarentena de um não vacinado devem ser descontados dos dias de férias ou que o trabalhador deveria tirar uma licença sem vencimento.

Os não vacinados que têm de estar em quarentena por um contacto com um infetado têm de se colocar em quarentena em casa, beneficiando durante cerca de uma semana de uma baixa médica e continuando a ser pagas. 

Uma situação que "não é coerente" segundo o diretor da União das Empresas Luxemburguesas (UEL), Jean-Paul Olinger, tendo em conta a situaçãos dos vacinados na mesma situação. Em contrapartida, as pessoas vacinadas com contacto direto com alguém infetado podem continuar a trabalhar, não estando obrigadas a uma quarentena.

Numa publicação na sua conta Twitter, o diretor defende que os dias de quarentena de um não vacinado devem ser descontados dos dias de férias do trabalhador ou então que este deveria usufruir de uma licença sem vencimento para os dias em que não pode ir trabalhar.  

O Governo mantém a pressão alta sobre os vacinados com a introdução obrigatória do regime 3G do CovidCheck (testado, vacinado, ou recuperado) nas empresas a partir de 15 de janeiro para quem acede ao local de trabalho.


CovidCheck obrigatório nas empresas a partir de 15 de janeiro
Na anúncio feito esta sexta-feira, o Governo assegura que ninguém poderá ser despedido por não apresentar o certificado, mas há sanções previstas. Trabalhadores têm de pagar os testes do seu bolso.

A medida tem sido criticado por cidadãos e associações que temem um excesso de zelo na aplicacão da lei. Apesar de o Executivo ter vindo a assegurar que não haverá despedimentos, há dois tipos de sanções previstas para quem não apresentar um dos três certificados válidos.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas