Escolha as suas informações

Putin explicou a Scholz e Draghi porque quer cobrar gás russo em rublos
Economia 2 min. 30.03.2022
Crise energética

Putin explicou a Scholz e Draghi porque quer cobrar gás russo em rublos

Crise energética

Putin explicou a Scholz e Draghi porque quer cobrar gás russo em rublos

Foto: Mikhail Klimentyev/AFP
Economia 2 min. 30.03.2022
Crise energética

Putin explicou a Scholz e Draghi porque quer cobrar gás russo em rublos

Lusa
Lusa
Putin assegurou ao líder alemão que esta decisão "não vai piorar as condições estabelecidas nos contratos para as empresas europeias que importam gás russo", referiu a Presidência russa, que não deu detalhes.

O Presidente da Rússia, Vladimir Putin, apresentou esta quarta-feira ao chanceler alemão, Olaf Scholz, e ao primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, as razões para o gás russo ter de ser pago em rublos, garantindo que não prejudicará as empresas europeias.

"A alteração do mecanismo de pagamento é implementada porque, violando as normas do direito internacional, os países membros da União Europeia (UE) congelaram as reservas cambiais do Banco da Rússia", explicou o Kremlin num comunicado onde resume uma conversa telefónica de hoje entre Putin e Scholz.

O Presidente russo também falou com o chefe do governo italiano, a quem explicou igualmente os detalhes desta medida, referiu o Kremlin.

Putin assegurou ao líder alemão que esta decisão "não vai piorar as condições estabelecidas nos contratos para as empresas europeias que importam gás russo", referiu a Presidência russa, que não deu detalhes.


Alemanha declara emergência de gás e apela às famílias para reduzir o consumo
Berlim declarou a fase de alerta precoce do plano de emergência de gás como uma medida preventiva. Ministro da Economia assegura que o fornecimento está garantido.

Por enquanto, Europa pode continuar a pagar o gás russo em euros

O porta-voz do governo alemão adiantou, entretanto, que o Presidente russo assegurou ao chanceler Olaf Scholz que para já a Europa poderia continuar a pagar o gás russo em euros e não em rublos.

Steffen Hebestreit, disse que Putin garantiu a Scholz que os pagamentos da Europa no próximo mês "continuarão a ser em euros e transferidos, como de costume, para o Gazprom Bank, que não está sujeito a sanções", e que tratará da conversão em rublos.

O chanceler alemão não terá dado o seu acordo a este procedimento mas sim solicitado informações escritas para o compreender melhor, segundo o seu porta-voz.

O Kremlin tinha também adiantado que "foi acordado que haverá conversações adicionais entre peritos de ambos os países".


Venda do petróleo russo à Europa "está a financiar a guerra"
Estudo de organização europeia sem fins lucrativos Transport & Environment (T&E) considera, no entanto, que ainda é possível e viável reduzir a dependência europeia do 'ouro negro' russo.

55% do gás que a Alemanha consome provém da Rússia    

A Alemanha tem sido um dos países mais relutantes em incluir o setor energético nas sanções contra Moscovo devido à guerra na Ucrânia, uma vez que 55% do gás que consome provém da Rússia.

Após o anúncio de Putin de exigir em rublos o pagamento pelo gás russo, a UE rejeitou categoricamente esta exigência, dizendo que constitui uma violação dos contratos existentes.

Além da questão dos contratos de gás, Putin falou com Scholz e Draghi sobre as negociações entre a Rússia e a Ucrânia realizadas terça-feira, em Istambul, bem como sobre "questões relacionadas com a retirada de civis de zonas de combate, especialmente Mariupol", informou ainda o Kremlin.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas