Escolha as suas informações

Professores no Luxemburgo são os mais bem pagos da OCDE

Professores no Luxemburgo são os mais bem pagos da OCDE

Economia 11.09.2018

Professores no Luxemburgo são os mais bem pagos da OCDE

Os professores no Luxemburgo são os que mais ganham no conjunto dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). O organismo liderado por Angel Gurría divulgou hoje o estudo 'Education at a Glance' onde analisa o setor do ensino e faz uma avaliação por país.

Os professores no Luxemburgo são os que mais ganham no conjunto dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). O organismo liderado por Angel Gurría divulgou hoje o estudo 'Education at a Glance' onde analisa o setor do ensino e faz uma avaliação por país.

Um dos aspetos analisados foram os salários dos professores no Luxemburgo, os mais elevados dos países da OCDE. Um professor dos primeiros anos do ensino secundário pode esperar ganhar cerca de 68,8 mil euros no início de carreira, montante que sobe para quase 120 mil euros por ano no topo de carreira. O valor inicial é mais do dobro dos 28,7 mil euros recebidos nos países da OCDE. Aqueles montantes são os mais altos em relação a outros professores nos países da OCDE, mas também a trabalhadores com formação superior noutros setores de atividade.

O Luxemburgo gasta 2,9% do Produto Interno Bruto (PIB) em instituições de ensino em 2015, abaixo dos 3,5% da média. Daquele total, os pagamentos aos docentes no Luxemburgo representam 76% do total da despesa.


Notícias relacionadas

TNR-Ilres: Professores satisfeitos com profissão
Mais de metade dos docentes (51%) do Luxemburgo estão “extremamente satisfeitos ou muito satisfeitos” com a sua situação profissional, de acordo com um inquérito de satisfação elaborado pelo TNR-Ilres.
Economic Outlook: Economia do Luxemburo cresce, mas OCDE deixa avisos
A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento (OCDE) prevê que a economia luxemburguesa cresça 3% este ano e 3,8% para o ano até chegar aos 4% em 2019. Mas apesar do crescimento robusto, o organismo liderado por Angel Gurría deixa alguns recados ao Grão-Ducado no Economic Outlook. E são os mesmos que já tinha feito em análises anteriores.
Ter curso superior ainda garante emprego
Os alunos do ensino superior preferem cursos de gestão, administração de empresas e direito. De acordo com a OCDE, os professores são dos mais bem pagos e as turmas são mais pequenas.