Escolha as suas informações

Poupança das famílias na zona euro com maior subida desde 1999
Economia 03.07.2020

Poupança das famílias na zona euro com maior subida desde 1999

Poupança das famílias na zona euro com maior subida desde 1999

Foto: Caroline Martin
Economia 03.07.2020

Poupança das famílias na zona euro com maior subida desde 1999

Lusa
Lusa
Em três meses, a taxa de poupança avançou dos 12,7% para os 16,9%.

A taxa de poupança das famílias na zona euro subiu 4,2 pontos percentuais para os 16,9% no primeiro trimestre do ano, o maior aumento desde o início da série, em 1999, divulga o Eurostat.

No trimestre em que começaram a ser adotadas medidas de confinamento por causa da pandemia da covid-19, a taxa de poupança das famílias avançou para os 16,9%, face aos 12,7% dos últimos três meses de 2019 e aos 13,0% do período homólogo.

Por seu lado, a taxa de investimento das famílias na zona euro recuou para os 8,7% nos primeiros três meses de 2020, face aos 9,1% do trimestre anterior e também do homólogo.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Eurostat: Zona euro cresce ao ritmo mais elevado desde 2011
A economia da zona euro cresceu 2,1% no segundo trimestre do ano, face ao período homólogo. Os dados ficam em linha com o previsto pelos analistas. Este é o ritmo mais elevado desde 2011, de acordo com os dados do Eurostat, já que nos primeiros três meses daquele ano, a economia cresceu 2,9%.
Habitação: Preço das casas continua a aumentar
O preço das casas subiu 6,8% no Luxemburgo nos primeiros três meses do ano, face ao período homólogo de 2016, de acordo com o Eurostat. Este aumento representa uma subida acima das médias registadas para a zona euro e para a União europeia (UE).
Economia: O dia em 60 segundos
As famílias da zona euro estão a poupar mais, face ao ano passado. No entanto, a recuperação é bastante ligeira. Os dados revelados pelo Eurostat revelam que, além da poupança, o investimento das famílias também recuperou, ao contrário do investimento das empresas que está em queda.