Escolha as suas informações

Portugal e Espanha aprovam mecanismo para limitar preço do gás na sexta-feira
Economia 2 min. 11.05.2022
Crise energética

Portugal e Espanha aprovam mecanismo para limitar preço do gás na sexta-feira

Crise energética

Portugal e Espanha aprovam mecanismo para limitar preço do gás na sexta-feira

Foto: Marijan Murat/dpa/dpa-tmn
Economia 2 min. 11.05.2022
Crise energética

Portugal e Espanha aprovam mecanismo para limitar preço do gás na sexta-feira

Lusa
Lusa
A ministra espanhola da Transição Ecológica afirmou esta quarta-feira que Lisboa e Madrid esperam aprovar "de forma simultânea" na sexta-feira nos respetivos conselhos de ministros o mecanismo para limitar o preço do gás para a produção de eletricidade.

"Esperamos poder aprová-lo de forma simultânea em Portugal e em Espanha esta sexta-feira e transmiti-lo imediatamente à Comissão Europeia, que deve adotar uma decisão do colégio de comissários para que o mecanismo entre em vigor", explicou Teresa Ribera em sessão plenária do parlamento espanhol.

A responsável governamental congratulou-se por os dois países terem conseguido no final de abril "uma mudança nas políticas europeias" e disse que desde essa ocasião Lisboa e Madrid têm trabalhado os "detalhes técnicos", que "por vezes podem ser um pouco complexos", do novo mecanismo.

A porta-voz do Governo espanhol, Isabel Rodríguez, já tinha afirmado na terça-feira que Madrid iria aprovar a proposta a Bruxelas "na próxima sexta-feira, num Conselho de Ministros extraordinário".


Energia. Pode a UE ser realmente independente?
Dada a sua dimensão, o Luxemburgo é, juntamente com Malta e a Bélgica, o maior importador de energia da Europa. O que pensam estes Eurodeputados sobre a independência da UE neste sector?

Isabel Rodríguez fez na altura referência aos aspetos mais importantes do novo mecanismo, considerando-o um acordo "muito importante" que beneficiará não só os consumidores espanhóis, ao reduzir as suas faturas de eletricidade "até 30%", mas também a dos "vizinhos portugueses".

"Será aprovado esta semana […]. Fá-lo-emos na próxima sexta-feira, num Conselho de Ministros extraordinário", acrescentou a porta-voz do governo espanhol.

Gás vai ficar a 50 euros/MWh por 12 meses

No final de abril, os governos de Portugal e Espanha chegaram, em Bruxelas, a um acordo político com a Comissão Europeia para o estabelecimento de um mecanismo temporário que permitirá fixar o preço médio do gás nos 50 euros por MWh.

Esta medida permitirá dissociar temporariamente os preços do gás e eletricidade na Península Ibérica, que beneficiará assim de uma exceção, tal como acordado no Conselho Europeu de março.


Pedro Sánchez, chefe do governo espanhol, fala com António Costa antes da reunião de líderes europeus, em Bruxelas
Portugal e Espanha vão poder, excecionalmente, controlar os preços da energia
O primeiro-ministro, António Costa, e o chefe de governo espanhol, Pedro Sánchez, anunciaram esta sexta-feira um acordo dos líderes da União Europeia (UE) para introduzir uma exceção no sistema energético europeu para a Península Ibérica, visando poder baixar preços.

Previsto está que o mecanismo tenha uma duração de cerca de 12 meses e permita fixar o preço médio de gás em cerca de 50 euros por megawatt, contra o atual preço de referência no mercado de 90 euros, sendo que o preço começará nos 40 euros.

Na atual configuração do mercado europeu, o gás determina o preço global da eletricidade quando é utilizado, uma vez que todos os produtores recebem o mesmo preço pelo mesmo produto — a eletricidade — quando este entra na rede.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Com uma garrafa de gás butano de 13 quilogramas a custar, em média, 26 euros em Portugal, a agência Lusa esteve em Espanha e constatou que o mesmo produto pode ser adquirido por aproximadamente 14 euros em Ayamonte, localidade espanhola separada de Castro Marim e Vila Real de Santo António pelo rio Guadiana.