Escolha as suas informações

Pagar casa de 100 m2? 15,8 anos de salários no Luxemburgo e 11,4 anos em Portugal
Economia 28.07.2022 Do nosso arquivo online
Habitação

Pagar casa de 100 m2? 15,8 anos de salários no Luxemburgo e 11,4 anos em Portugal

Habitação

Pagar casa de 100 m2? 15,8 anos de salários no Luxemburgo e 11,4 anos em Portugal

Foto: Shutterstock
Economia 28.07.2022 Do nosso arquivo online
Habitação

Pagar casa de 100 m2? 15,8 anos de salários no Luxemburgo e 11,4 anos em Portugal

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Em 2000, o estudo indicava que o mesmo tipo de imóvel era pago com seis anos de salários no Grão-Ducado.

O Luxemburgo é o quarto país da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) onde se demora mais tempo para pagar uma habitação de 100 m2. 

De acordo com os cálculos apresentados no recente estudo “Tributação da habitação nos países da OCDE”, referente a 2020, para se comprar uma habitação de 100 m2 no Luxemburgo são precisos, em média, 15,8 anos de salários. Em 2000, o estudo indicava que o mesmo tipo de imóvel era pago com seis anos de salários.


Em dez anos os preços das casas subiram 89% no Luxemburgo
O Grão-Ducado só fica atrás de dois países europeus.

Já de acordo com os dados mais recentes do Instituto Nacional de Estatística (Statec), os preços da habitação têm continuado a aumentar no Luxemburgo. No segundo semestre de 2022, o aumento global dos preços foi de 8%, um valor mais baixo do que o aumento de 10,5% no primeiro trimestre deste ano.

Ainda de acordo com os dados de 2020, os países onde se demora mais tempo para pagar uma habitação similar são a Nova Zelândia (18,7 anos), Coreia do Sul (16,6 anos) e Irlanda (16,1 anos).

Portugal aparece a meio da tabela, com uma média de 11,4 anos de salários. 

Os países onde se espera menos tempo para pagar uma habitação de 100 m2 são os EUA, com 4,1 anos de salários, seguido da Lituânia (6,5 anos) e Finlândia (6,7 anos).

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O preço louco da habitação está a obrigar os luxemburgueses a ir viver para os países vizinhos, e os seus habitantes a deixar de poder morar também na sua terra, como Arlon. O efeito bola de neve da habitação no Grão-Ducado tem diversas direções: filhos adultos a viver mais tempo com os pais, desigualdades a aumentar e o país a deixar de ser atrativo para os emigrantes.
Os preços dos imóveis no Grão-Ducado são 70% mais altos do que a média europeia o que coloca o país no cimo da tabela, revela um novo estudo do Eurostat. Também as comunicações telefónicas e de internet são 50% mais caras.