Escolha as suas informações

Luxemburgo acolhe reuniões do Eurogrupo e Ecofin esta quinta e sexta-feira
Economia 17.06.2021
Pós covid-19

Luxemburgo acolhe reuniões do Eurogrupo e Ecofin esta quinta e sexta-feira

Encontros dos ministros europeus será no Centro de Convenções Europeu, em Kirchberg.
Pós covid-19

Luxemburgo acolhe reuniões do Eurogrupo e Ecofin esta quinta e sexta-feira

Encontros dos ministros europeus será no Centro de Convenções Europeu, em Kirchberg.
Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort
Economia 17.06.2021
Pós covid-19

Luxemburgo acolhe reuniões do Eurogrupo e Ecofin esta quinta e sexta-feira

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
Além dos ministros das Finanças e Economia europeus, a Presidente da Comissão Europeia vai ser uma das presenças no Grão-Ducado para aprovar formalmente o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) do país.

O Luxemburgo acolhe esta quinta e sexta-feira as reuniões do Eurogrupo e do Econfin. O ministro das Finanças, Pierre Gramegna, vai representar o Grão-Ducado nos dois encontros, no Centro de Convenções Europeu em Kirchberg.

Na reunião desta quinta-feira, os 19 ministros das Finanças e Economia da zona euro vão abordar os relatórios de supervisão das ajudas externas a Portugal, Chipre, Irlanda e Espanha, e também a situação na Grécia. 

Já na reunião do Conselho dos Assuntos Económicos e Financeiros (Ecofin), agendada para sexta-feira e presidida por Portugal, Pierre Gramegna e os homólogos europeus vão debater, entre outros temas, o relançamento económico, a união bancária, as criptomoedas e questões relativas aos impostos.  

Von der Leyen na lista de presenças

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen vai ser uma das presenças nas reuniões, na sexta-feira, 18 de junho, para aprovar formalmente o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) do Grão-Ducado.

Segundo o ministro das Finanças, Pierre Gramegna, o PRR luxemburguês prevê um envelope total de 183 milhões de euros. Desse valor, 93 milhões são financiados pela União Europeia e destinados a projetos de coesão e resiliência social, transição verde , e digitalização, inovação e governança.   

A apresentação do PRR permite aos países do bloco comunitário o acesso a um total de 750 mil milhões de euros. O Luxemburgo figura entre os cinco Estados-membros recebem 'luz verde' sobre os respetivos planos ainda esta semana, a par com Portugal, Espanha, Grécia e Dinamarca. 


Portugal tem luz verde para o plano europeu pós covid-19
A partir de meados de setembro, o dinheiro começará a chegar a Lisboa. O Plano de Recuperação e Resiliência português foi o primeiro a ser aprovado.

A presidente da Comissão Europeia começou o périplo por Portugal no início da semana, o primeiro país a aprovar o PPR. No total, o país vai receber 16,6 mil milhões, dos quais 13,9 mil milhões em subsídios e 2,7 mil milhões em empréstimos que chegarão para apoiar projetos até ao final de 2026.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas