Escolha as suas informações

OE 2021 prevê 17,5 milhões de euros para a corte grã-ducal
Economia 25.11.2020

OE 2021 prevê 17,5 milhões de euros para a corte grã-ducal

OE 2021 prevê 17,5 milhões de euros para a corte grã-ducal

Photo : Chris Karaba
Economia 25.11.2020

OE 2021 prevê 17,5 milhões de euros para a corte grã-ducal

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A maior fatia do orçamento disponibilizada para a Casa do Grão-Duque destina-se ao pagamento de salários.

Com a criação da administração da Casa do Grão-Duque e a elaboração de recomendações do relatório Waringo, o Governo quer promover mais transparência, separando claramente as despesas privadas da corte grã-ducal das da administração da Casa do Grão-Duque.


Reforma da corte grã-ducal cada vez mais perto
A partir das conclusões do documento que analisou a gestão financeira da corte são propostas várias mudanças no projeto de decreto apresentado esta quarta-feira, por Xavier Bettel, aos deputados.

O primeiro-ministro, Xavier Bettel, explicou esta terça-feira em comissão parlamentar que o Orçamento de Estado (OE) para 2021 prevê um envelope de 17,5 milhões de euros para a corte grã-ducal, representando um aumento de 6,9 milhões de euros em comparação com o orçamento deste ano. Segundo o chefe do Executivo, este aumento deve-se ao facto de certas despesas estarem, até à data, repartidas por diferentes administrações estatais, mas doravante passam a estar reunidas.

A maior fatia do orçamento disponibilizada para a Casa do Grão-Duque destina-se ao pagamento de salários. O montante é de 13 milhões de euros para 2021.

No entanto o envelope destinado ao Grão-Duque Henri para as despesas de representação vai diminuir, passando de 744 mil euros em 2020 para 480 mil euros em 2021. Em sentido inverso, a verba destinada ao Grão-Duque herdeiro Guillaume aumenta, passando para 200 mil euros- Trata-se de uma subida de 34 mil euros relativamente a este ano.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Reforma da corte grã-ducal cada vez mais perto
A partir das conclusões do documento que analisou a gestão financeira da corte são propostas várias mudanças no projeto de decreto apresentado esta quarta-feira, por Xavier Bettel, aos deputados.