Escolha as suas informações

Novo confinamento colocaria em risco 8 mil postos de trabalho, diz Horesca
Economia 23.10.2020

Novo confinamento colocaria em risco 8 mil postos de trabalho, diz Horesca

Novo confinamento colocaria em risco 8 mil postos de trabalho, diz Horesca

Foto: Lex Kleren
Economia 23.10.2020

Novo confinamento colocaria em risco 8 mil postos de trabalho, diz Horesca

Diana ALVES
Diana ALVES
Um eventual novo confinamento, devido à pandemia de covid-19, colocaria em risco 8.000 empregos nos ramos da hotelaria e restauração, segundo as estimativas da Horesca.

Em entrevista à rádio 100,7, o secretário-geral da federação, François Koepp, chamou a atenção para os riscos de um novo ‘lockdown’, como o que o país viveu no início da pandemia, vincando que esse cenário seria devastador para o setor.

De acordo com o responsável, mesmo sem um novo confinamento, cerca de 8% a 9% das empresas poderão não sobreviver à crise. O dirigente espera por isso que hotéis, restaurantes e cafés não venham a enfrentar novas restrições. E deixa o aviso: caso sejam forçadas a fechar, “parte das empresas vai opor-se juridicamente a essa obrigação”.

A Horesca continua a defender a continuação do regime especial de desemprego parcial, mas, na entrevista à rádio pública, François Koepp advertiu que a medida não vai salvar todos os negócios. O secretário-geral da federação considera que o desemprego parcial não será uma garantia de sobrevivência para a maioria das empresas.

Na semana passada, a federação que representa o setor lançou um apelo aos seus membros, pedindo que respeitem as regras sanitárias, de forma a evitar a todo o custo um novo encerramento dos estabelecimentos. 

Em causa estão medidas como distanciamento físico e o encerramento, o mais tardar, à meia-noite.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas