Escolha as suas informações

Novo aumento do gás. "Temos de nos preparar para um inverno difícil"
Economia 2 min. 30.08.2022
Energia

Novo aumento do gás. "Temos de nos preparar para um inverno difícil"

Claude Turmes.
Energia

Novo aumento do gás. "Temos de nos preparar para um inverno difícil"

Claude Turmes.
Foto: Gerry Huberty
Economia 2 min. 30.08.2022
Energia

Novo aumento do gás. "Temos de nos preparar para um inverno difícil"

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Claude Turmes prepara a população para futuros aumentos do gás, quando é conhecida nova subida dos preços da Enovos.

O ministro da Energia deixou, esta terça-feira, um aviso aos residentes do Luxemburgo. "Temos de nos preparar para um inverno difícil", disse Claude Turmes numa publicação na sua página de Twitter.

O aviso do governante é lançado depois de um novo aumento dos preços do gás,  que continuam a atingir valores recorde e com a Enovos, o fornecedor de energia, a admitir que estes aumentos, atualmente na ordem dos 135%, segundo refere o Luxemburger Wort, não deverão ficar por aqui. 

De acordo com o fornecedor de gás luxemburguês, citado pelo jornal, o novo aumento será de cerca de 80%. Uma subida justificada pela Enovos pelo "desenvolvimento imprevisível das entregas de gás russo", que continuará a representar "uma influência decisiva no preço nos mercados grossistas nos próximos meses". 

"Esta manhã, a Enovos anunciou um aumento significativo nos preços do gás, outros fornecedores terão também de tomar tais decisões. Estou consciente de que estes aumentos de preços representam um pesado fardo para muitos cidadãos e empresas", reconheceu Claude Turmes, adiantando que serão necessárias mais políticas para fazer face a esta escalada de preços da energia, sobretudo dirigidas às faixas mais vulneráveis da população.


Países anunciam medidas para poupar energia e contestação começa a ouvir-se
O impacto das decisões de vários governos europeus já está a ter alguns reflexos sociais, sobretudo no Reino Unido, onde o preço máximo da energia no país é atualizado hoje para quase o dobro.

Assim, o ministro adianta que além de manter o subsídio temporário das taxas da rede de gás, o Governo deverá avançar com "medidas específicas para ajudar todos aqueles que mais sofrem com o aumento dos preços do gás". Mas enquanto não são decididas, Claude Turmes recomenda aos residentes do Grão-Ducado que sigam as recomendações de poupança energética no site energie-spueren.lu.

Na quinta-feira passada o ministro, numa entrevista concedida à rádio 100.7, anunciou as primeiras decisões práticas dirigidas às instituições do Estado, com vista à poupança energética no próximo inverno. Já está decidido que o aquecimento dos edifícios públicos luxemburgueses não vai poder ultrapassar os 20 graus durante os meses mais frios.


Luxemburgo. Aquecimento dos edifícios públicos só até 20 graus este inverno
O ministro da Energia anunciou esta quinta-feira uma primeira medida, dirigida às comunas, para poupar no consumo de gás, face à crise energética que se avizinha para os próximos meses

Além disso, e apesar de estarem contempladas algumas exceções, como os lares de idosos, a poupança nos estabelecimentos públicos também será feita na eletricidade, através da contenção na iluminação, tanto dentro como fora dos edifícios.

"Indiretamente, estamos a poupar gás, porque as centrais elétricas que trabalham para produzir eletricidade são alimentadas a gás", acrescentou na mesma entrevista. 

A par do gás também são esperados aumentos significativos na eletricidade, como avançou este mês à RTL, Claude Simon, diretor de vendas da Enovos. O preço da eletricidade deverá subir 35%, o que se poderá traduzir numa despesa adicional de cerca de 300 euros por ano para as famílias.


Cidade do Luxemburgo quer poupar nas luzes de Natal
A capital está a estudar formas de reduzir o consumo de energia para enfrentar a atual escalada de preços.

As autarquias, como a da capital e a de Esch-sur-Alzette começaram entretanto a aplicar o seu próprio plano de poupança energética, que passa, entre outras medidas, por adaptar as rotinas de trabalho evitando o desperdício de energia. 

O plano de poupança do Governo para este inverno será conhecido em detalhe no início do outono.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas