Escolha as suas informações

Ministro das Finanças faz remodelação no Ministério
Economia 19.06.2019

Ministro das Finanças faz remodelação no Ministério

Ministro das Finanças faz remodelação no Ministério

Foto: Steve Eastwood
Economia 19.06.2019

Ministro das Finanças faz remodelação no Ministério

Uma das funcionárias séniores e que ocupava vários cargos no Ministério vai abandonar as suas funções por motivos pessoais.

O ministro das Finanças, Pierre Gramegna, vai fazer uma remodelação no Ministério das Finanças, devido à saída de Isabelle Goubin, uma das funcionárias séniores do ministério, que ocupava várias funções.

Goubin vai abandonar as suas funções a partir de 1 de julho por motivos pessoais, explica um comunicado enviado pelo Ministério.

Assim, o próximo diretor do Tesouro será Bob Kieffer, atualmente primeiro conselheiro de Governo do Ministério das Finanças. O responsável vai continuar a assegurar a coordenação geral com a equipa do secretariado-geral.

Vincent Thurmes - responsável pela equipa de serviços financeiros, estabilidade financeira e pelo quadro regulamentar da praça financeira - e Nima Ahmadzadeh - responsável pela equipa de assuntos económicos e orçamentais no Ministério das Finanças - e que estavam sob a responsabilidade de Isabelle Goubin, serão promovidos a diretores, com efeitos a 1 de julho.

Thurmes ocupará também o cargo de secretário permanente do Alto Comissariado da Praça Financeira (HCPF). Ahmadzadeh vai assegurar a presidência do Fundo Soberano Intergeracional.

Maureen Wiwinius, conselheiro no Ministério ficará com a Comissão de Supervisão do Setor Financeiro (CSSF). Tom Théobald, diretor do desenvolvimento e da promoção da praça financeira, ficará com uma das funções de Isabelle Goubin e passará a representar o Ministério das Finanças no comité executivo do Luxembourg for Finance. Jennifer de Nijs, adida, é nomeada encarregada de missão para a finança sustentável.

O comunicado acrescenta que “como reconhecimento dos seus méritos, Isabelle Goubin é nomeada diretora honorária do Tesouro”. Vai continuar igualmente a presidir ao comissariado do setor segurador e vai manter-se membro do HCPF.