Escolha as suas informações

Ministro da Economia lamenta que Fage abandone projeto de fábrica de iogurtes
Economia 22.09.2020

Ministro da Economia lamenta que Fage abandone projeto de fábrica de iogurtes

Ministro da Economia lamenta que Fage abandone projeto de fábrica de iogurtes

Foto: Lex Kleren/Luxemburger Wort
Economia 22.09.2020

Ministro da Economia lamenta que Fage abandone projeto de fábrica de iogurtes

Este era um processo que já se desenrolava há quatro anos.

Os gestores da Fage, fábrica grega de iogurtes, reuniram-se no ministério da Economia esta segunda-feira e reiteraram a decisão de abandonar o projeto de investimento industrial, em Bettembourg. A decisão não foi recebida com agrado pelo ministro da Economia, Franz Fayot. "Como ministro da Economia, lamento o facto de a Fage ter decidido abandonar o seu projeto de investimento industrial no Luxemburgo após quatro anos de procedimentos", reagiu esta terça-feira a tutela da Economia. 

Este investimento, segundo Fayot, teria contribuído para o desenvolvimento do tecido económico regional que está a sofrer com a crise atual. "A indústria nacional e europeia está atualmente a atravessar uma fase difícil que deve ser combatida de forma determinada. A preservação do tecido industrial existente e o seu reforço através do estabelecimento de novas atividades industriais na vanguarda do progresso tecnológico e ambiental continua mais do que nunca a ser uma das prioridades do Ministério da Economia", acrescentou o governante.


"Iogurte em vez da água!". Cidadãos e ambientalistas voltam a questionar projeto de fábrica em Bettembourg
Entre 31 de julho e 10 de agosto o projeto para a instalação da fábrica grega de iogurtes Fage, em Bettembourg, gerou cerca de 15 questões e dúvidas de cidadãos e ambientalistas.

Segundo o comunicado da tutela, o grupo grego vai agora proceder à  transferência do terreno no parque empresarial de Wolser "de volta ao estado inicial, do preço de compra".

Na passada quinta-feira, 17 de setembro, o grupo grego informou por carta o Ministério da Economia que decidiu a abandonar o projeto de cerca de 277 milhões de euros que envolvia a construção de uma nova unidade de produção de iogurte no Luxemburgo. Segundo os responsáveis, o projeto iria criar cerca de 300 novos empregos. As negociações decorriam há quatro anos com avanços e recuos, bem como críticas das autarquias, ambientalistas e sociedade civil às vantagens da unidade fabril para a economia local. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas