Escolha as suas informações

Eurostat. Preço das casas no Luxemburgo aumentou 108% desde 2010
Economia 09.07.2021
Mercado Imobiliário

Eurostat. Preço das casas no Luxemburgo aumentou 108% desde 2010

Mercado Imobiliário

Eurostat. Preço das casas no Luxemburgo aumentou 108% desde 2010

Photo: Shutterstock
Economia 09.07.2021
Mercado Imobiliário

Eurostat. Preço das casas no Luxemburgo aumentou 108% desde 2010

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
O preço das casas no Luxemburgo disparou na última década. O gabinete europeu de estatística (Eurostat) fez as contas e concluiu que o Luxemburgo é o segundo Estado-membro com a maior subida dos preços na habitação entre 2010 e o primeiro trimestre de 2021.

Segundo o mais recente relatório do Eurostat, o valor das casas no Grão-Ducado subiu 108,6%, apenas superado pelos 140% da Estónia. No conjunto da União Europeia (UE), a subida média dos preços foi de 30,9%.


Especulação imobiliária leva ao aumento de milionários no Luxemburgo
Mesmo em ano de pandemia, 2020, os preços da habitação dispararam. Resultado: Há mais milionários no país, 42.800 no total, mas também há mais famílias sem dinheiro para uma casa. Se não se agir já só os ultra-ricos vão ficar a viver no Luxemburgo.

Já na comparação entre o primeiro trimestre de 2020 e igual período deste ano, o Grão-Ducado é o Estado-membro com o maior aumento dos preços na habitação, com 17%.

No espaço de um ano, e em plena crise pandémica, os preços não pararam de aumentar e dispararam no Luxemburgo, muito acima do aumento de 5,8% na zona Euro e 6,1% na UE.

Depois do Grão-Ducado, os maiores aumentos anuais foram registados na Dinamarca (15,3%) e na Lituânia (12%), enquanto Portugal teve um dos menores aumentos, com 5,2%. Chipre foi o único país em que os preços das casas diminuíram (-5,8%).  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Os preços das casas aumentaram 6,9% no primeiro trimestre do ano, face ao mesmo período do ano passado. O valor fica acima da média de 4% registada tanto na União Europeia como na zona euro, de acordo com os dados divulgados esta quarta-feira pelo Eurostat.