Escolha as suas informações

May pede adiamento do Brexit até 30 de junho
Economia 20.03.2019

May pede adiamento do Brexit até 30 de junho

May pede adiamento do Brexit até 30 de junho

Foto: AFP
Economia 20.03.2019

May pede adiamento do Brexit até 30 de junho

A nova data coloca problemas no que respeita às eleições europeias, que decorrem a 26 de maio e acrescenta confusão a todo o processo de saída.

A primeira-ministra britânica, Theresa May, propôs o adiamento do Brexit até 30 de junho. A proposta concreta da extensão do artigo 50° do Tratado de Lisboa foi entregue ao presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk. Na prática, é um pedido para adiar por três meses a saída do Reino Unido da União Europeia (UE), já que o divórcio estava marcado para 29 de março.

A nova data coloca problemas no que respeita às eleições europeias, que decorrem a 26 de maio e acrescenta confusão a todo o processo de saída. Se o Reino Unido ainda integrar a UE no final de maio deverá concorrer ao sufrágio para o Parlamento Europeu e eleger eurodeputados.

Bruxelas já se mostrou, por isso, contra a data proposta. O principal porta-voz da Comissão Europeia, Margaritis Schinas, avançou que Jean-Claude Juncker advertiu “formalmente a primeira-ministra contra incluir uma data para a extensão [do Artigo 50.º] que supere a data das eleições europeias”, que decorrem entre 23 e 26 de maio.


May telefonou a Juncker a pedir conselhos
“O presidente [Jean-Claude] Juncker acaba de receber um telefonema da primeira-ministra Theresa May. [May] Informou-o do último ponto da situação em torno do processo do Artigo 50.º e consultou o presidente sobre qual seria a melhor forma de abordar o Conselho Europeu. Discussões estão em curso”, anunciou Margaritis Schinas.

Assim, a saída do Reino Unido deveria estar completa antes de 23 de maio. Além desta proposta de um alargamento muito curto do prazo de saída, Bruxelas propõe, como alternativa, um prazo mais longo, até ao fim de 2019.

Do lado britânico, May afirma não fazer sentido realizar as eleições europeias no Reino Unido. “Não acredito que estas eleições sejam do interesse de alguém”, afirmou, acrescentando que não vão acontecer enquanto for primeira-ministra. Estas afirmações levantaram dúvidas sobre uma possível demissão de Theresa May.


Notícias relacionadas

Reino Unido: Theresa May anuncia eleições antecipadas a 8 de junho
A primeira-ministra britânica, Theresa May, anunciou hoje, num discurso surpresa no n° 10 de Downing Street, eleições antecipadas a 8 de junho. O anúncio surge cerca de três semanas depois de May ter ativado o já famoso artigo 50 do Tratado de Lisboa, que marcou o arranque oficial das negociações entre o Reino Unido e a União Europeia para concretizar o Brexit.