Escolha as suas informações

Mais quatro lojas na cidade do Luxemburgo fecham devido à crise
Economia 19.10.2020

Mais quatro lojas na cidade do Luxemburgo fecham devido à crise

Mais quatro lojas na cidade do Luxemburgo fecham devido à crise

Foto: Caroline Martin
Economia 19.10.2020

Mais quatro lojas na cidade do Luxemburgo fecham devido à crise

Diana ALVES
Diana ALVES
As lojas são a sapataria Goedert, as lojas de moda infantil Z e Catimini e a loja de malas Maroquinerie du Passage.

Depois da Camaïeu, H&M, Veritas e do supermercado Carrefour Express, todos situadas na avenida da Gare da cidade do Luxemburgo, quatro outras lojas da capital anunciaram que vão fechar as portas devido a "dificuldades ligadas à crise sanitária". Segundo notícia avançada pelo Paperjam, trata-se da sapataria Goedert, das lojas de moda infantil Z e Catimini e da loja de malas Maroquinerie du Passage.

A histórica Chaussures Goedert, fundada em 1935, deverá fechar as portas até ao final do ano, segundo a revista. Em causa estão as lojas da avenida da Gare e da Grand-Rue, sendo que o ponto de venda do centro comercial City Concorde encerrou no final de agosto. 

A revista escreve ainda que o encerramento dos estabelecimentos do grupo Kidiliz também está previsto para os próximos meses, até ao final do ano. Trata-se de duas lojas Z, a da avenida da gare da capital e também a de Ettelbruk, e a Catimini, situada no centro comercial Auchan Kirchberg. 


Quase seis milhões de euros de ajuda aos comércios da capital
As ajudas diretas correspondem a 4 milhões de euros em subvenções e um milhão investido na campanha de vouchers comerciais

Após 25 anos, o Auchan Kirchberg perdeu também, no início do mês, a Maroquinerie du Passage. Segundo o dono da loja de malas, nenhum trabalhador ficou desempregado, já que todos foram transferidos para o ponto de venda que o grupo tem no centro comercial Belle Étoile.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.