Escolha as suas informações

Mais dois "AAA" para o Luxemburgo. Economia do país resiste à crise da covid-19
Economia 2 min. 05.02.2022 Do nosso arquivo online
Classificação

Mais dois "AAA" para o Luxemburgo. Economia do país resiste à crise da covid-19

Para a ministra das Finanças, esta confirmação da nota máxima comprova o “acerto da política económica e orçamental do governo”.
Classificação

Mais dois "AAA" para o Luxemburgo. Economia do país resiste à crise da covid-19

Para a ministra das Finanças, esta confirmação da nota máxima comprova o “acerto da política económica e orçamental do governo”.
Photo: Marc Wilwert
Economia 2 min. 05.02.2022 Do nosso arquivo online
Classificação

Mais dois "AAA" para o Luxemburgo. Economia do país resiste à crise da covid-19

Mélodie MOUZON
Mélodie MOUZON
Quase dois anos após o início da pandemia, a economia luxemburguesa está ainda melhor. As agências de classificação S&P Global e DBRS Morningstar confirmaram a classificação de crédito "AAA" do Grão-Ducado na sexta-feira, com perspetiva estável.

Quase dois anos após o início da crise da covid, a economia luxemburguesa continua a resistir. As agências de classificação S&P Global e DBRS Morningstar confirmaram a classificação de crédito "AAA" do Grão-Ducado na sexta-feira, com perspetiva estável, anunciou o Ministério das Finanças estes sábado. 

Ao atribuir a classificação mais elevada possível ao Luxemburgo, a S&P Global e a DBRS Morningstar certificam mais uma vez a boa situação financeira do país graças à sua abordagem orçamental equilibrada e orientada para o futuro. E isso, apesar de também o Luxemburgo estar a atravessar uma crise na saúde. 

Através de um comunicado, a ministra das Finanças, Yuriko Backes, disse que "a dupla confirmação da nossa classificação 'AAA' sublinha a solidez da política económica e fiscal do governo antes e durante a crise da saúde". Esta nota prova mais uma vez, segundo a ministra, que o Luxemburgo continua a ser atrativo para empresas e investidores, “apesar de um contexto internacional incerto”.

Este triplo A é um estímulo para que o governo prossiga “a sua política económica focada no crescimento sustentável para o país e para os seus cidadãos", refere também a responsável no comunicado.

País mostrou mais resilência à crise provocada pela pandemia

As duas agências de rating observam que o país “demonstrou maior resiliência do que os outros países em relação ao choque causado pela pandemia de covid-19”.

 A S&P Global e a DBRS Morningstar apontam que o governo apoiou a economia do país “efetivamente durante toda a crise da saúde, sem comprometer a sustentabilidade das finanças públicas”. Ou seja, as inúmeras formas de ajudas disponibilizadas para apoiar empresas e particulares não prejudicaram as finanças do Estado, graças a uma política orçamental prudente e clarividente e graças à margem de manobra orçamental libertada em anos anteriores. As duas agências ilustram a solidez da economia luxemburguesa pela contração do PIB. No Luxemburgo, este último foi limitado a -1,8% em 2020 contra -6,5% em média na zona euro.

Em 2021, o crescimento no Luxemburgo recuperou fortemente para +7%. No entanto, espera-se uma desaceleração para este ano. Em dezembro, a Statec previu um aumento médio do PIB de 3,5% para 2022. 

Uma economia forte e desenvolvida 

Para a DBRS, a classificação “AAA” também reflete a estrutura institucional robusta do Grão-Ducado, um ambiente político estável e previsível, bem como uma economia forte e desenvolvida. 

 Por fim, a classificação mais alta de Luxemburgo é baseada na observação de que o país está bem posicionado para lidar com quaisquer riscos ligados ao ambiente externo, indica ainda o Ministério das Finanças. Esses riscos incluem o possível impacto de mudanças na tributação internacional das empresas. Graças à diversidade de atividades no mercado, quaisquer choques temporários no setor financeiro podem ser amortecidos. E manter um nível de endividamento relativamente baixo possibilita a preparação para quaisquer imprevistos.


Notícia originalmente publicada na edição francesa do Luxemburguer Wort

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Duas agências "mais uma vez confirmam a boa situação financeira do país graças à sua abordagem orçamental equilibrada e orientada para o futuro", afirmou o ministério das Finanças numa declaração no sábado de manhã.
Para a ministra das Finanças, esta confirmação da nota máxima comprova o “acerto da política económica e orçamental do governo”.
O Luxemburgo recebeu uma nova notação Triplo A da agência de notação financeira DBRS. Foi a primeira vez que a agência realizou uma análise para a economia luxemburguesa.
The DBRS rating follows identical scores issued by three other major agencies: S&P, Fitch and Moody's.
A agência de notação financeira Standard & Poor’s (S&P) voltou a confirmar na sexta-feira a nota de triplo A para o Luxemburgo. A agência de notação financeira prevê para o país "um crescimento superior à média da zona euro".