Escolha as suas informações

Mais de mil independentes receberam terceiro subsídio
Economia 08.02.2021

Mais de mil independentes receberam terceiro subsídio

Mais de mil independentes receberam terceiro subsídio

Foto: Chris Karaba/Luxemburger Wort
Economia 08.02.2021

Mais de mil independentes receberam terceiro subsídio

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Já chegou aos trabalhadores independentes três milhões de euros de apoio público a fundo perdido, e isto, em apenas oito dias.

O governo ativou a 29 de janeiro último, uma terceira ajuda financeira não reembolsável destinada aos trabalhadores independentes para colmatar os prejuízos sofridos devido à crise.

Segundo a Direção-Geral das Classes Médias, até ao dia de hoje, ou seja em apenas oito dias, foram introduzidos 2.050 pedidos. Desses, mais de mil foram já analisados e as indemnizações pagas aos independentes, o que equivale a uma verba de três milhões de euros.

O montante da assistência financeira varia em função dos rendimentos contributivos em que a pessoa se encontra, sendo que os montantes, são de 3.000, 3.500 ou 4.000 euros. Esta nova ajuda dirige-se aos comerciantes, artesãos ou trabalhadores intelectuais independentes.

Segundo o ministro das Classes Médias, Lex Delles, a Direção-Geral das Classes Médias “está a tratar de cada caso de forma rápida afim de garantir um apoio aos independentes”, convidando todos os trabalhadores elegíveis a introduzir um pedido de ajuda.

O ministro salienta ainda que o Estado já contribuiu com ajudas num valor acima dos 280 milhões de euros para empresas e independentes desde o início da pandemia covid-19.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O Governo aprovou hoje o lançamento de um novo apoio destinado aos trabalhadores independentes afetados pelas consequências financeiras da pandemia da covid-19. O montante é não-reembolsável, poderá chegar aos 4.000 e será atribuído uma única vez.