Escolha as suas informações

Na construção e indústria, a taxa de postos de trabalho vagos é de 0,9%, enquanto nos serviços é de 2,2%.
Breves Economia 17.06.2019

Luxemburgo tem a décima taxa de vagas de emprego mais baixa da União Europeia

A taxa de vagas de emprego fixou-se nos 1,7% no primeiro trimestre deste ano no Luxemburgo, de acordo com dados divulgados hoje pelo Eurostat. Esta é a décima taxa mais baixa da União europeia (UE).

A taxa – que é calculada tendo em consideração o número de vagas disponíveis e o emprego existente - fica abaixo da média de 2,3% na zona euro.

O gabinete de estatísticas da Comissão Europeia analisa os dados por setores. Assim, no Grão-Ducado, a taxa de postos de trabalho vagos é de 2,2% nos serviços e de 0,9% na indústria e construção.

Breves Luxemburgo Hoje às 19:00

Taina Bofferding e CNFL juntos pela igualdade de géneros

A ministra da Igualdade entre Mulheres e Homens, Taina Bofferding, recebeu representantes do Conselho Nacional das Mulheres do Luxemburgo (CNFL). 

O encontro serviu para abordar a promoção da igualdade de género no dia à dia. Na reunião, a ministra lembrou as suas prioridades políticas que constam no plano de ação nacional e saudou a contribuição do CNFL na execução do plano, que pretende uma sociedade cada vez mais igualitária. 

Para Taina Bofferding é sobretudo a nível comunal que se têm de desenvolver as boas práticas, uma vez que se as autarquias implementarem a igualdade entre homens e mulheres nas suas ações e reflexões, isso terá incidência no dia à dia das pessoas. 

Amnesty International participation Parade Brussels Pride 2014
Breves Luxemburgo Hoje às 16:30

Olivier Pirot é o novo diretor da Amnistia Internacional Luxemburgo

Olivier Pirot é belga nascido no Luxemburgo e tem 52 anos de idade. Pirot sucede no cargo a Nathalie Bollen, diretora interina que acompanhou a secção nacional da organização durante um ano e meio.

Pirot é licenciado em direito e economia e tem mestrados em gestão e em ciências políticas e relações internacionais. O novo diretor chega à Amnistia com 12 anos de experiência no setor privado (grupo FNP e Luxair) e investigação (CRP Tudor) e outros tantos anos na área humanitária. 

Nesta última, foi coordenador e chefe de missão na Handicap International e nos Médicos do Mundo, passando por países como Camboja, Afeganistão, Haiti, Paquistão, Sudão do Sul, República Centro-Africana e República Democrática do Congo. Nos últimos 16 meses, esteve a gerir os projetos da Caritas Luxemburgo no nordeste da Síria.  

Breves Sociedade por Susy MARTINS Hoje às 08:17

Jovem motard morre na estrada que liga Esch-sûr-Sure a Buderscheid

Um jovem motociclista de 19 anos perdeu esta terça-feira a vida na sequência de um acidente de viação. O desastre ocorreu por volta das 18:00 na estrada N15, que liga Esch-sûr-Sure a Buderscheid. 

O jovem embateu frontalmente com uma viatura que circulava em sentido contrário. O motociclista, gravemente ferido, acabou por falecer no local do acidente devido à gravidade dos ferimentos.  

Breves Luxemburgo 29.09.2020

Luxemburgo. Três mil pessoas proibidas de conduzir em dezembro de 2019

A 31 de dezembro de 2019, eram quase 3.000 as pessoas proibidas de conduzir no Luxemburgo. Segundo o relatório anual da Administração Judiciária “A justiça em números”, citado pela RTL, 2.978 automobilistas, motociclistas e camionistas estavam abrangidos pela medida no final do ano passado.

O relatório mostra que o número diminuiu face ao ano anterior, em que a proibição de condução abrangia 3.124 pessoas. A Administração Judiciária sublinha, no entanto que as estatísticas não refletem a totalidade de interdições de condução decretadas ao longo do ano, não incluindo, por exemplo, as pessoas sujeitas à suspensão da execução da pena.

Os dados da Administração Judiciária revelam também que a maior parte dessas decisões está ligada ao álcool. No ano passado, 1.561 condutores ficaram sem carta de condução por conduzirem sob o efeito do álcool.  

Breves Sociedade 29.09.2020

Obras afetam A13 este fim de semana

Vai ser levado a cabo o projeto de renovação de um troço da autoestrada A13, entre a rotunda Biff e o cruzamento de Sanem, na direcção do cruzamento de Lankelz. 

 As obras vão acontecer desta sexta-feira, 2 de outubro, por volta das 20h, até segunda-feira, cinco, por volta das 6h da manhã. 

O trânsito da rotunda de Biff e da N31, em Pétange, para a A13 é desviado através da N31, da CR175A e da CR175 de volta para a A13 em direcção ao cruzamento de Lankelz. 

Breves Luxemburgo por Susy MARTINS 29.09.2020

Luxemburgo é dos países da UE com menos farmacêuticos por habitante

O Luxemburgo é o quinto pior país da União Europeia (UE) em termos de farmacêuticos por habitante, com 70 profissionais por 100 mil cidadãos.

Os dados foram revelados pelo gabinete de estatística europeu, Eurostat. A tabela é liderada por Malta, que ocupa o primeiro lugar da lista europeia com 128 profissionais. Segue-se a Bélgica com 124 e Itália com 119. O Luxemburgo aparece na quinta posição com 70 profissionais por 100 mil cidadãos. 

Portugal também está no 'top 10' do ranking dos Estados-membros com mais farmacêuticos, com 91 profissionais por cada 100 mil habitantes. Do lado oposto, as últimas posições são ocupadas pela Islândia, Sérvia e Holanda, com 51, 26 e 21 farmacêuticos por 100 mil habitantes, respetivamente.  

Breves Sociedade por Henrique DE BURGO 29.09.2020

Durão Barroso nomeado presidente da Aliança Global para as Vacinas

O ex-primeiro-ministro português e ex-presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, foi nomeado esta terça-feira presidente da Aliança Global para as Vacinas, uma parceria público-privada que tem como objetivo proteger a saúde da população humana, através de vacinas.

Numa altura em que o organismo assume grande importância devido à pandemia provocada pela covid-19, sabe-se que Durão Barroso vai iniciar funções como presidente deste organismo em janeiro de 2021, um que cargo não é remunerado. 

Recorde-se que o Luxemburgo atribuiu, em junho, cinco milhões de euros à Aliança Internacional das Vacinas, para o período 2021-2025, representando um milhão por ano.Este montante vai ser gerido durante o mandato de Durão Barroso, que atualmente é presidente e diretor não-executivo da Goldman Sachs International, sediada em Londres.  

(Henrique de Burgo com Lusa)  

Breves Sociedade por Ana Patrícia CARDOSO 28.09.2020

Bélgica. App 'Coronalert' já disponível a partir de quarta-feira

Depois de 18 países já terem aderido, é a vez da Bélgica usar a tecnologia desenvolvida na Alemanha, com uma tecnologia desenvolvida pelo Google e a Apple. A aplicação 'Coronalert' vai ser lançada na Bélgica, já a partir da próxima quarta-feira, 30 de setembro. Depois de 18 países já terem aderido, é a vez da Bélgica usar a tecnologia desenvolvida na Alemanha, com a API ( Application Programming Interface) do Google e da Apple. 

O teste da aplicação decorreu durante 10 dias, com 10 mil residentes, e o Governo espera que esta tecnologia seja um sucesso (ao contrário do que aconteceu em França) e seja descarregada por "pelo menos 35% da população", espera Karine Moykens, presidente do Comitê Federal de Rastreamento belga. 




Breves Luxemburgo por Susy MARTINS 28.09.2020

N10 entre Dasbourg-Pont e Marnach reabre ao trânsito

A estrada que liga Dasbourg-Pont a Marnach está novamente aberta ao tráfego, após importantes trabalhos de manutenção. A abertura estava prevista para meados de outubro, mas foi adiantada em duas semanas. 

O início dos trabalhos de manutenção foram complicados, uma vez que o objetivo era de ter uma estrada segura, mas ao mesmo tempo tinha-se de respeitar alguns critérios mais restritivos devido à zona onde se situa o troço, ou seja, zonas de proteção. 

Uma situação que levou a Administração Pontes e Estradas a efetuar alguns estudos de segurança.O troço de 4,22 km teve um custo total de quatro milhões de euros.

Breves Luxemburgo por Henrique DE BURGO 28.09.2020

UE. Bausch discute plano de emergência pandémico para os transportes

O vice-primeiro-ministro e ministro da Mobilidade, François Bausch, participa esta segunda-feira numa reunião informal com os homólogos europeus para discutir um plano de emergência pandémico para o setor europeu de transporte de mercadorias.

Na reunião, por videoconferência, Fançois Bausch deverá defender a abertura ininterrupta das fronteiras dentro da União Europeia, para evitar futuros problemas na cadeia logística em caso de crise de sanitária", refere o Ministério da Mobilidade em comunicado.

O ministro deverá também votar favoravelmente à inclusão no plano de emergência ligado à covid-19, de medidas harmonizadas a nível europeu para o transporte de passageiros. A reunião servirá ainda para debater o futuro regulamento que estabelece um 'céu' único europeu.