Escolha as suas informações

Luxemburgo é o país da UE que mais gasta com apoio às famílias
Economia 03.06.2020

Luxemburgo é o país da UE que mais gasta com apoio às famílias

Luxemburgo é o país da UE que mais gasta com apoio às famílias

Foto: Chris Karaba
Economia 03.06.2020

Luxemburgo é o país da UE que mais gasta com apoio às famílias

Diana ALVES
Diana ALVES
Portugal é o penúltimo da lista.

O Luxemburgo é o país da União Europeia (UE) que mais gasta com as chamadas prestações familiares. Segundo dados do Eurostat, referentes a 2017, medidas como o abono de família, a licença parental ou o subsídio de nascimento representam 15,3% do total de prestações sociais atribuídas no país. 

Trata-se da taxa mais elevada do bloco, cuja média ronda os 8,6%. Depois do Luxemburgo, surgem Polónia (13,4%) e Estónia (13,1%) a fechar o pódio. Já a Holanda e Portugal, com 4,2% e 4,9%, respetivamente, são os Estados-membros onde as medidas de apoio destinadas às famílias menos pesam na fatura total das prestações sociais. 

Em números absolutos, o investimento do Luxemburgo, naquele ano, no apoio à família rondou os 1,8 milhões de euros, o que equivale a 3,3% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional. Se olharmos para países do bloco como um todo, o investimento total nesta área foi de 301 mil milhões de euros, equivalendo a 2,3% do PIB da UE. 

No que toca ao gasto per capita, o Grão-Ducado aparece também no topo da lista, com um valor muito superior ao dos restantes Estados-membros. Segundo os cálculos do Eurostat, esse montante ronda os 3.100 euros, um "valor sobrestimado quando comparado com outros países já que uma percentagem significativa das prestações é atribuída a pessoas que não vivem no país", isto é, aos trabalhadores transfronteiriços. 


Um em cada dez habitantes do Luxemburgo tem dificuldade em pagar a casa
Cerca de 10% dos habitantes do Luxemburgo gastam cerca de 40% do seu rendimento na habitação.

Neste indicador, o Luxemburgo é seguido pela Dinamarca, com 1.700 euros por habitante, e pela Suécia, com 1.400.No outro extremo da tabela estão Roménia, Bulgária e Lituânia, onde o gasto per capita com as prestações familiares fica abaixo dos 200 euros. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Eurostat: Luxemburgo é um dos países que mais investe em saúde pública
O Luxemburgo é o Estado-membro da União Europeia (UE) que mais gasta em saúde por habitante, de acordo com dados do Gabinete de Estatísticas da União Europeia (Eurostat) referentes a 2015. De acordo com o documento, o Grão-Ducado gastou nesse ano 4.112 euros ‘per capita’ na área da saúde, seguido da Dinamarca (4.094 euros) e da Holanda (3.194).
Eurostat: Luxemburgo tem a segunda menor dívida pública da UE
O Luxemburgo tem a segunda menor dívida pública da União Europeia (UE). De acordo com o Eurostat, a dívida situou-se nos 21,8% do Produto Interno Bruto (PIB) no primeiro trimestre deste ano, o que equivale a 11,4 mil milhões de euros. Já Portugal tem a terceira dívida mais alta.
A dívia luxemburguesa situa-se nos 21,8% do PIB