Escolha as suas informações

Breves Economia 22.11.2019

O Luxemburgo é dos países onde os trabalhadores permanecem menos tempo no mercado laboral. De acordo com dados do Eurostat, os trabalhadores no Grão-Ducado têm de trabalhar, em média 33,5 anos.

O gabinete de estatística da União Europeia (UE) analisou o número de anos que alguém com 15 anos de idade permanece no mercado de trabalho – empregado ou desempregado – e dividiu os países em três grupos.

Assim, o Luxemburgo fica no primeiro grupo, onde as pessoas trabalham menos de 35 anos: os 33,5 anos luxemburgueses ficam abaixo da média europeia de 36,2 anos. Portugal, por exemplo, fica no segundo grupo, dos 35 a 40 anos, com 38 anos. Acima, no terceiro conjunto de países, ficam a Holanda e a Suécia com mais de 40 anos no mercado laboral.

O Eurostat faz também uma análise por género e conclui que os homens passam mais anos no mercado laboral do que as mulheres: 38,6 anos contra 33,7.