Escolha as suas informações

Luxemburgo com diminuição de défice e dívida pública no quarto trimestre
Economia 23.04.2021

Luxemburgo com diminuição de défice e dívida pública no quarto trimestre

Luxemburgo com diminuição de défice e dívida pública no quarto trimestre

Foto: LW
Economia 23.04.2021

Luxemburgo com diminuição de défice e dívida pública no quarto trimestre

Henrique DE BURGO
Henrique DE BURGO
O Luxemburgo registou no quarto trimestre de 2020 um recuo no défice do Produto Interno Bruto (PIB) em -1,8%, face aos -10,1% no trimestre anterior.

Ao contrário do Grão-Ducado, o gabinete europeu de estatística, Eurostat, refere que a zona euro registou um aumento no mesmo período, atingindo -8% (-6,4% no terceiro trimestre), e a União Europeia (UE) subiu para -7,5% (-6,1% no trimestre anterior).

Ainda de acordo com os dados revelados esta sexta-feira pelo Eurostat, mas sobre a dívida pública, o Grão-Ducado registou também uma tendência contrária à média dos Estados-membros.

Enquanto a zona euro registou um crescimento de 0,8 pontos percentuais (98,0% do Produto Interno Bruto) e a UE 1 ponto percentual (90,7%) face ao terceiro trimestre do ano passado, o Luxemburgo verificou em igual período -1,2 pontos percentuais (24,9%).

Os maiores aumentos da dívida pública face ao PIB foram registados na Grécia (205,6%), Itália (155,8%) e Portugal (133,6%) e os menores aumentos na Estónia (18,2%), Luxemburgo (24,9%) e Bulgária (25,0%).  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O Grão-Ducado registou um excedente de 0,8% do Produto Interno Bruto (PIB) no terceiro trimestre de 2019. É o sexto maior superávite dos 28, mas representa um tombo significativo quando comparado com o excedente de 2,6% verificado no trimestre anterior e de 4,1% observado no período homólogo.
O Luxemburgo registou a segunda maior subida da dívida pública, entre os países da União Europeia (UE), no terceiro trimestre de 2017 face ao mesmo período de 2016. Apesar da subida, o Grão-Ducado tem a segunda dívida mais baixa, de 23,4% do PIB.