Escolha as suas informações

Grão-Ducado ultrapassa a barreira dos 500 mil trabalhadores
Economia 20.04.2022 Do nosso arquivo online
ADEM

Grão-Ducado ultrapassa a barreira dos 500 mil trabalhadores

ADEM

Grão-Ducado ultrapassa a barreira dos 500 mil trabalhadores

Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort
Economia 20.04.2022 Do nosso arquivo online
ADEM

Grão-Ducado ultrapassa a barreira dos 500 mil trabalhadores

Susy MARTINS
Susy MARTINS
A taxa de desemprego em março rondou os 4,7%. É preciso recuar a 2008 para encontrar valores tão baixos.

O número de trabalhadores no Grão-Ducado já ultrapassa os 500 mil. O dado é divulgado esta quarta-feira no relatório mensal do desemprego elaborado pela Agência para o Desenvolvimento do Emprego (ADEM).

Os números do desemprego relativos a março voltam a confirmar a tendência de melhoria do mercado de trabalho no Luxemburgo. No mês passado, o número total de desempregados inscritos na ADEM foi de 14.576, valor que representa uma diminuição de 22% em comparação com março de 2021. 

A taxa de desemprego situa-se, assim, nos 4,7% (tinha sido de 4,9% em fevereiro), e para encontrar valores semelhantes é preciso recuar a finais de 2008. Mesmo antes da pandemia, em janeiro de 2020, o desemprego situava-se nos 5,4%.

O número de requerentes de emprego está a recuar em todas as categorias, nomeadamente nos inscritos há mais de 12 meses. No entanto, os desempregados de longa duração continuam a representar 48,7% de todos os requerentes de emprego.

O número de novos inscritos a cada mês continua "relativamente baixo", pode ler-se no comunicado da ADEM. Atualmente estão registados 2.394 residentes, um aumento de 99 pessoas ou 4,3% em relação a março de 2021. 


Habitantes do Luxemburgo têm mais emprego e o maior poder de compra da UE
Dois anos após o início da pandemia, o Luxemburgo continua a subir nos padrões de emprego e de poder de compra na União Europeia, que é mais de duas vezes e meia superior à média.

Já o número de desempregados residentes à procura de emprego que recebem o subsídio de desemprego por completo diminuiu 25,5% no espaço de um ano, para os atuais 7.330. O número de beneficiários de uma medida de emprego é de 4,425, ficando ligeiramente abaixo do nível observado em fevereiro de 2021 (-18 pessoas, ou 0,4%). 

Em relação às ofertas, os empregadores registaram 5.263 novas vagas à ADEM em março passado, o que corresponde a um aumento de 34,6% em relação ao mês homólogo de 2021. No total, a 31 de março deste ano existiam 11.991 anúncios de emprego. 

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.