Escolha as suas informações

Luxemburgo à beira de uma crise nos combustíveis
Economia 23.03.2020

Luxemburgo à beira de uma crise nos combustíveis

Luxemburgo à beira de uma crise nos combustíveis

Pixabay
Economia 23.03.2020

Luxemburgo à beira de uma crise nos combustíveis

Nem a queda dos preços aumentou a procura. O Grão-Ducado pôs o pé no travão e os postos de abastecimento estão vazios.

Ficar em casa não rima com abastecer o depósito e os petroleiros luxemburgueses antecipam um cenário de crise no setor com quedas acentuadas na venda de combustível, numa altura em que grande parte das empresas aderiram ao teletrabalho para assegurar a produção e o país abrandou drasticamente o ritmo. 

Há duas semanas que o preço do gasóleo e da gasolina está a cair no Grão-Ducado, mas nem isso serve de oxigénio aos postos de abastecimento luxemburgueses, cada vez mais vazios. 

A ausência da clientela alemã, francesa e belga que, diariamente, passava a fronteira para encher o depósito, começa a pesar no orçamento que está a caminho do vermelho com o abrandamento do ritmo de vida a trazer impactos ao funcionamento de praticamente todos os setores da economia. Apesar do Grupo Luxemburguês de Petróleo (GPL) reconhecer que não dispõe de dados concretos para fazer previsões, diz a "tendência clara" é a da "queda da atividade". 

Citado pelo L'Essentiel, Jean-Mark Zahlen acrescenta que o contexto geoestratégico em que a OPEP pode alcançar um acordo com a Rússia para diminuir a produção de petróleo vai acabar por aumentar o preço dos combustíveis e que, além do novo coronavírus há "vários factores em jogo". 

Pouco optimista, Zahlen prevê dias negros para o setor.   


 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba a nossa newsletter das 17h30.


Notícias relacionadas