Escolha as suas informações

Luxemburgo. 180 empresas faliram durante os meses de verão
Economia 21.09.2021
Falências

Luxemburgo. 180 empresas faliram durante os meses de verão

Falências

Luxemburgo. 180 empresas faliram durante os meses de verão

Foto: Marc Wilwert
Economia 21.09.2021
Falências

Luxemburgo. 180 empresas faliram durante os meses de verão

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
O Statec divulgou os dados relativos aos meses de julho e agosto e os números mantém-se estáveis, com ligeiras variações em relação ao ano passado.

De acordo com o Statec, nos meses de julho e agosto, 180 empresas abriram falência no Grão-Ducado e houve 70 insolvências. 

Durante o mês de julho de 2021, os tribunais do Luxemburgo ditaram 117 falências, um ligeira descida em relação ao mesmo mês de 2020, em que se registaram 132 falências. 


Desemprego de longa-duração atinge níveis recorde
Dados mostram ainda um número inédito de ofertas de emprego em agosto.

Neste período, as áreas mais afetadas foram as holdings e fundos de investimento (34), comércio (21), imobiliário (12) e construção (10). No mesmo mês, registaram-se 70 insolvências, o que também representa uma redução quando comparado com o período homólogo do ano passado, em que se confirmaram 117. 

É de notar que os tribunais do Luxemburgo não pronunciar quaisquer liquidações em Agosto.

Em Agosto de 2021, foram pronunciadas 63 falências, um aumento em relação às 56 falências de agosto de 2020. Note-se que os tribunais do Luxemburgo não declararam insolvências neste mês. Em agosto, os principais setores afetados foram o comércio (14) e às sociedades holding e fundos de investimento (12 falências). 


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O mês passado consolidou a tendência de julho, mês em que entrou em vigor o certificado digital da UE. Na comparação entre agosto de 2021 com agosto de 2019, pré-pandemia, o Luxemburgo foi o quarto país da União Europeia que menos tráfego perdeu.