Escolha as suas informações

Jovens espanhóis vão receber apoio de 250 euros por mês para arrendar casa
Economia 24.09.2022
Ajuda governamental

Jovens espanhóis vão receber apoio de 250 euros por mês para arrendar casa

Ajuda governamental

Jovens espanhóis vão receber apoio de 250 euros por mês para arrendar casa

Foto: Pixabay
Economia 24.09.2022
Ajuda governamental

Jovens espanhóis vão receber apoio de 250 euros por mês para arrendar casa

Ana Patrícia CARDOSO
Ana Patrícia CARDOSO
Os jovens e adultos até 35 anos que vivam na comunidade de Madrid podem agora contar com um apoio do Governo para conseguir arrendar casa e combater os aumentos das rendas.

Esta pode ser a ajuda que fará a diferença na vida de muitos jovens adultos que estão a lutar contra os aumentos das rendas em Madrid, Espanha. 

A partir de agora, quem tem menos de 35 anos, more na comunidade de Madrid e tenha de arrendar uma casa, pode submeter um pedido para receber a 250 euros por mês. Será necessário ter residência fiscal em Espanha e fonte regular de rendimento.

Esta bolsa será atribuída por um período de dois anos, até um máximo de 6.000 euros repartidos por 24 prestações mensais. O rendimento do arrendamento imóvel deve ser igual ou inferior a 600 euros por mês. No caso de aluguer de um quarto, o preço deve ser igual ou inferior a 300 euros por mês.

No entanto, há uma exceção. O governo regional, alargou estes limites máximos em 29 concelhos, onde a renda tende a ser mais cara, para 900 euros/mês de imóvel e 450 euros/mês no caso de um quarto. 

O Conselho do Banco Central Europeu deu luz verde ao investimento de 31,8 milhões de euros para o lançamento deste programa, que se soma às múltiplas iniciativas do Executivo regional para facilitar o acesso à habitação. 

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

Muito acima da média europeia, o Grão-Ducado está do pódio dos países que observaram o maior aumento do preço das casas entre 2010 e 2020 com uma taxa de 99,8%. Nem a pandemia impediu um novo recorde. Em relação ao quarto trimestre de 2019, o valor dos imóveis registou uma subida de 16,7%. Na capital, o metro quadrado ultrapassou pela primeira vez os 10 mil euros.