Escolha as suas informações

Cheias de 2021 foram as mais caras de sempre
Economia 30.11.2022
Catástrofe

Cheias de 2021 foram as mais caras de sempre

Catástrofe

Cheias de 2021 foram as mais caras de sempre

Foto: Steve Remesch
Economia 30.11.2022
Catástrofe

Cheias de 2021 foram as mais caras de sempre

Susy MARTINS
Susy MARTINS
O apoio financeiro às vítimas custou 133 milhões de euros às seguradoras e 30,5 milhões ao Estado, num envelope total de 100 milhões de euros que o Governo ‘reservou’ para o efeito.

As cheias dos dias 14, 15 e 16 julho de 2021 foram as mais graves da história do Luxemburgo e por consequência também as mais caras. A afirmação foi da ministra das Finanças, Yuriko Backes, no Parlamento.

Segundo a ministra, a maior catástrofe natural do país deixou muitas famílias e empresas em situação difícil. O apoio financeiro às vítimas custou 133 milhões de euros às seguradoras e 30,5 milhões ao Estado, num envelope total de 100 milhões de euros que o Governo 'reservou' para o efeito.


Em julho de 2021, o centro de Echternach ficou completamente inundado
Cheias. 48 comunas querem implementar estratégias de prevenção
Numa resposta parlamentar, a ministra do Ambiente referiu que está reservada uma verba de 5,5 milhões de euros para estas medidas.

Yuriko Backes sublinhou ainda que as intempéries de julho de 2021 mostraram que num país pequeno as consequências de uma catástrofe desta natureza abrangem rapidamente todas as regiões. É por isso que o Executivo está a analisar, em conjunto com o setor das seguradoras, os modelos de seguros possíveis no sentido de proteger da melhor forma os cidadãos.

Questionada se a criação de um "fundo para catástrofes naturais" não seria a solução adaptada para este tipo de situações, Backes rejeitou esta ideia, uma vez que um "fundo desse tipo necessita de uma capacidade de financiamento grande".

Uma vez que o mercado luxemburguês é pequeno, a ministra defende que o setor das seguradoras teria muitas dificuldades em assumir esses encargos.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

O Luxemburgo tem oficialmente uma nova prisão. É reservada a homens que aguardam julgamento em prisão preventiva. As mulheres na mesma situação [em previsão preventiva] vão continuar a ser encarceradas no Centro Penitenciário de Schrassig.