Escolha as suas informações

Inflação no Luxemburgo sobe mas fica abaixo da média da zona euro
Economia 30.09.2022
Crise

Inflação no Luxemburgo sobe mas fica abaixo da média da zona euro

Crise

Inflação no Luxemburgo sobe mas fica abaixo da média da zona euro

Economia 30.09.2022
Crise

Inflação no Luxemburgo sobe mas fica abaixo da média da zona euro

Ana TOMÁS
Ana TOMÁS
Apesar da pequena subida, o país continua a estar a baixo da média da zona euro cuja taxa de inflação anual atingiu, em setembro, os 10%, face aos 9,1% de agosto.

O Luxemburgo regista uma ligeira subida na taxa de inflação em setembro, de acordo com os dados divulgados esta sexta-feira pelo Eurostat. A taxa de inflação anual estimada para o mês que agora termina deverá situar-se nos 8,8%, por comparação com os 8,6% de agosto.

Segundo os dados do gabinete de estatísticas europeu, o Grão-Ducado volta a registar uma trajetória ascendente, depois de uma tendência de recuo da inflação, de junho a agosto, no contexto da zona euro.


Le Luxembourg reste l'un des pays de la zone euro qui subit le moins la hausse des prix.
Inflação na Alemanha acelera para 10% em setembro
O índice de preços no consumidor subiu 2,1 pontos em setembro face a agosto, de acordo com o instituto de estatística alemão Destatis.

Apesar da pequena subida, o país continua a estar a baixo da média da zona euro cuja taxa de inflação anual atingiu, em setembro, os 10%, face aos 9,1% de agosto.

Acima da média da zona euro ficaram estados como a Eslovénia (10,6%), a Alemanha (10,9%), a Áustria (11%), a Bélgica (12%), a Grécia (12.1%), a Eslováquia (13.6%) e os Países Baixos (17.1%). 

Já na Estónia, Letónia e Lituânia os valores da taxa de inflação anual estimada para setembro são mais do dobro da média da inflação da zona euro, correspondendo a 24.2%, a 22.4% e 22,5%, respetivamente, segundo o Eurostat.

Inflação é mais alta no setor da energia

Olhando para as principais componentes da inflação da zona euro, o setor da energia é o que apresenta a taxa anual mais elevada em setembro. De acordo com os dados do Eurostat a taxa é de 40,8% em comparação com 38,6% em agosto.


Inflação em Portugal não era tão alta há 30 anos
Segundo o INE, a taxa do IPC subiu de 8,9% para 9,3% entre agosto e setembro.

Logo a seguir são os alimentos , álcool e tabaco (11,8%, em comparação com 10,6% em agosto), os bens industriais não energéticos (5,6% face a 5,1% no mês passado) e serviços (4,3% por comparação com 3,8% em agosto).

Segundo os dados do Eurostat, o setor da energia é o que apresenta este mês a taxa de inflação anual mais elevada: 40,8% face aos 38,6% de agosto.






O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas