Escolha as suas informações

Inflação desce na zona euro para 1,4% em janeiro
Economia 22.02.2019

Inflação desce na zona euro para 1,4% em janeiro

Inflação desce na zona euro para 1,4% em janeiro

Foto: Shutterstock
Economia 22.02.2019

Inflação desce na zona euro para 1,4% em janeiro

O Luxemburgo aparece a meio da tabela europeia, com uma inflação de 1,6%.

A taxa de inflação desceu em janeiro deste ano, para 1,4%. No último mês do ano passado, a inflação tinha atingido os 1,5%.

Os dados hoje publicados pelo Eurostat confirmam a estimativa apresentada em fevereiro. O maior contributo para a subida dos preços veio dos serviços, com um contributo de 0,7 pontos percentuais (p.p.), seguidos pela alimentação, álcool e tabaco (0,36p.p.) e pela energia (0,26 p.p.).

A taxa de inflação mais baixa registou-se na Grécia, com 0,5%, e a mais alta na Roménia, com 3,2%. Portugal apresenta uma das taxas mais baixas, de 0,6%. O Luxemburgo aparece a meio da tabela, com uma inflação de 1,6%.

Já a inflação subjacente na zona euro – que exclui a energia e a alimentação, cujos preços são mais voláteis – subiu: de 1,1%, para 1,2%. Esta taxa de inflação é olhada com atenção pelo Banco Central Europeu (BCE) precisamente por ser menos volátil. No entanto, não deve chegar para que o presidente daquela instituição suba os juros a partir dos últimos meses deste ano. A previsão é a de que as taxas de juro se mantenham nos atuais níveis até ao verão deste ano. Contudo, os mercados não acreditam que a subida venha a acontecer antes de 2020. Isto porque a economia da zona euro está a dar sinais de abrandamento.

Ontem, foram divulgadas as atas da última reunião do BCE, segundo as quais o Conselho de Governadores prevê um abrandamento do crescimento da economia da região da moeda única já no curto-prazo, o que poderá levar o BCE a adiar a subida das taxas de juro e a continuar a sua política de estímulos à economia da zona euro. Recorde-se a meta do BCE fixa a taxa de inflação abaixo, mas próximo dos 2%.


Notícias relacionadas

Inflação na zona euro sobe para 2,1% em julho
A inflação subiu para 2,1% em julho na zona euro, face aos 2% registados em junho. O valor ultrapassou assim a meta do Banco Central Europeu (BCE), que aponta para uma taxa de inflação próxima mas abaixo dos 2%.
O valor de 2,1% ultrapassou a meta definida pelo Banco Central Europeu.