Escolha as suas informações

Há falta de gelo no Luxemburgo
Economia 2 min. 01.08.2022
Calor extremo

Há falta de gelo no Luxemburgo

Calor extremo

Há falta de gelo no Luxemburgo

Foto: Ron Lach/Pexels
Economia 2 min. 01.08.2022
Calor extremo

Há falta de gelo no Luxemburgo

Redação
Redação
São várias as explicações para o atual desencontro entre a procura e a oferta do produto.

Antes da invasão da Ucrânia, a 24 de fevereiro, já a pandemia tinha aberto caminho à disrupção das cadeias de abastecimento um pouco por todo o mundo. Dois anos depois de a vida ser interrompida pela covid-19, este é o verão dos regressos, com eventos e festivais nos quatro cantos da Europa (e do mundo).

Essa realidade, a par do aumento dos custos de energia, dos problemas logísticos com o transporte de matérias-primas e da inflação generalizada desencadeados pelo conflito russo-ucraniano, assim como das temperaturas elevadas que se têm feito sentir nos últimos meses, está a causar um problema com a oferta de cubos de gelo, noticiou o Tageblatt no sábado.


A procura por combustível, neste caso cavacos da Gieweler Holzknacker, tem aumentado exponencialmente
Lenha é cada vez mais escassa e cara no Luxemburgo
De acordo com os vendedores, a procura por fogões a lenha aumentou exponencialmente nos últimos meses.

De acordo com este jornal, os organizadores do Luxembourg Beach Open, grande torneio de voleibol que decorreu no fim de semana em Esch-sur-Alzette e que é descrito como "o maior evento de praia do país em anos recentes", tiveram dificuldades no abastecimento de cubos de gelo para os cocktails ali vendidos, mas também para outros fins de arrefecimento.

Escassez também afeta França

Segundo o presidente do Escher Volleyball Club (EVC), Steve Faltz, "são precisos habitualmente 400 kg de cubos de gelo durante os três dias". Nesta edição, uma vez que não foi possível comprar cubos de gelo em grandes quantidades, a solução foi "recolher quantidades menores, por exemplo de 30 ou 50kg em diferentes locais". 

O Tageblatt refere que vários supermercados "referiram estrangulamentos de abastecimento por parte dos produtores, mas não se quiseram alongar sobre o assunto".

A escassez de cubos de gelo também está a afetar França, segundo noticiou a France3 a 21 de julho. Na Glacière de la Côte d'Azur, fábrica em Nice, o dia começa às 4h para fornecer supermercados, estações de serviço, restaurantes de hotéis, eventos e festas privadas. As encomendas são muitas, mas não está a ser possível dar-lhes resposta.


Espanha. Produção de azeite em risco devido à seca
Com temperaturas extremas, as oliveiras "ativam mecanismos para se protegerem: não morrem, mas não produzem nada".

"Começámos em abril, com muito calor, e os stocks derreteram ao sol no início de maio. O calor só tem aumentado, juntamente com a procura. Normalmente, nestes casos, há colegas que nos ajudam, mas em meados de julho já não têm gelo. Como já [quase] ninguém na Europa o faz, é muito complicado", conta Ludovic Gardier, técnico de manutenção. 

A espanhola Procubitos Europe, que produz cubos de gelo há mais de 30 anos, é a líder do setor. Tem seis fábricas espalhadas pela Europa. Em 2018, por exemplo, exportou 5.000 toneladas para França.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.