Escolha as suas informações

Governo não pretende acabar com o sigilo bancário no Luxemburgo
Economia 12.10.2020

Governo não pretende acabar com o sigilo bancário no Luxemburgo

Governo não pretende acabar com o sigilo bancário no Luxemburgo

Foto: AFP
Economia 12.10.2020

Governo não pretende acabar com o sigilo bancário no Luxemburgo

Susy MARTINS
Susy MARTINS
"O programa de coligação governamental não prevê a abolição do sigilo bancário no Luxemburgo". Uma frase proferida pelo ministro das Finanças, Pierre Gramegna, numa resposta a uma questão parlamentar do partido cristão social (CSV).

A resposta do ministro limita-se a esta frase, não dando mais explicações. A questão parlamentar dos deputados Gilles Roth e Laurent Mosar referia-se a uma declaração do presidente do partido socialista (LSAP), Yves Cruchten, partido que faz parte do governo. Numa entrevista recente Cruchten afirmou que o governo teria brevemente de falar sobre o sigilo bancário para os residentes do Grão-Ducado. 

Uma declaração que não encontrou apoio junto do ministro das Finanças, tal como se confirma agora na resposta parlamentar. Note-se que o sigilo bancário em matéria fiscal foi abolido em 2015 para os não-residentes, mas o Grão-Ducado continuou a mantê-lo para os residentes do país. 

De acordo com dados divulgados pela Tax Justice Network, em 2017 o Luxemburgo era o terceiro país do mundo que oferecia mais serviços de sigilo bancário aos Estados membros da União Europeia

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.