Escolha as suas informações

França vai pagar 100 euros em combustíveis a quem ganha menos
Economia 07.12.2022
Apoio do Governo

França vai pagar 100 euros em combustíveis a quem ganha menos

Apoio do Governo

França vai pagar 100 euros em combustíveis a quem ganha menos

Foto: Shutterstock
Economia 07.12.2022
Apoio do Governo

França vai pagar 100 euros em combustíveis a quem ganha menos

AFP
AFP
O objetivo deste subsídio em combustíveis é ajudar "os franceses de baixos rendimentos que precisam do seu carro para ir trabalhar".

A primeira-ministra francesa Elisabeth Borne anunciou esta quarta-feira que, a partir do início de janeiro, o subsídio de combustível anunciado há meses vai ser de 100 euros e será pago aos cerca de "10 milhões de trabalhadores" que têm rendimentos baixos.  

"Vamos criar um subsídio de combustível para os franceses que ganham menos que precisam do seu carro para ir trabalhar, é de 100 euros para cerca de metade das famílias em França. Representa um desconto de cerca de 10 cêntimos por litro" na bomba, disse a chefe do Governo à RTL. 

Segundo Borne, este dispositivo terá um orçamento de cerca de mil milhões de euros. "Estamos a manter um sistema para proteger os franceses que têm baixos rendimentos", resumiu. 

Pago de uma só vez 

Quem estiver elegível tem de ir ao site oficial, introduzir o número de contribuinte e matrícula, preencher uma "declaração de honra" que vai garantir que precisa do carro para ir trabalhar. 

Este é um pagamento único para 2023, que abrange metade de todos os agregados familiares. Quanto aos desempregados que "precisam de viajar para procurar trabalho", poderão solicitar a ajuda do "Pôle emploi", responsável pelo emprego na França, disse a primeira-ministra. 

O Estado tinha prolongado o seu desconto de 30 cêntimos por litro na bomba até meados de novembro antes de o reduzir para 10 cêntimos até ao final do ano. O governo quis substituir este desconto por medidas mais direcionadas.

O Contacto tem uma nova aplicação móvel de notícias. Descarregue aqui para Android e iOS. Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.