Escolha as suas informações

Fitch mantém classificação "AAA" para Luxemburgo
Economia 14.10.2017 Do nosso arquivo online
Economia

Fitch mantém classificação "AAA" para Luxemburgo

Economia

Fitch mantém classificação "AAA" para Luxemburgo

Shutterstock
Economia 14.10.2017 Do nosso arquivo online
Economia

Fitch mantém classificação "AAA" para Luxemburgo

A Fitch manteve a classificação "AAA" para o Luxemburgo, que considera estar com uma perspetiva estável.

A Fitch Ratings manteve a classificação "AAA" para o Luxemburgo, que considera estar com uma perspetiva estável, apesar dos potenciais riscos para a economia devido ao Brexit e ao crescente protecionismo. 

A agência de notação financeira disse que as finanças públicas sólidas, o elevado potencial de crescimento, a forte liderança e os elevados níveis de receitas compensariam a ameaça de uma maior volatilidade macroeconómica, em parte devido à abertura económica do país e à forte dependência do setor dos serviços financeiros. 

A Fitch disse que as finanças públicas foram uma "força-chave" para o Luxemburgo, devido ao baixo nível de dívida para o PIB de 20,8% em 2016, as elevadss receitas da segurança social e redução da despesa com juros sobre a sua dívida. 

A agência prevê que o crescimento económico no Grão-Ducado permaneça dinâmico, com uma média de 4,1% em relação a 2017-2019. 

A flexibilização orçamental, o aumento dos salários nominais e o forte crescimento do emprego podem ainda aumentar a demanda interna e o consumo doméstico. No entanto, a agência também advertiu que a abertura da economia luxemburguesa deixa-a exposta a riscos globais, como o Brexit desordenado ou políticas protecionistas impostas por outros países. 

Pierre Gramegna, ministro das Finanças do Luxemburgo, disse que a classificação não deve ser "tida como garantida". "Serão necessários esforços contínuos para manter o equilíbrio do orçamento a médio e longo prazos e assegurar a atratividade do Luxemburgo a nível internacional", afirmou. 

Nos últimos cinco anos, o Luxemburgo tem tido uma média de crescimento de 3% do PIB, disse a Fitch, em comparação com a classificação "AAA" de 1,9% e o crescimento da zona do euro de 1,1% no mesmo período.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A agência de notação financeira Fitch confirmou esta sexta-feira a classificação "AAA" para o Luxemburgo, com perspetiva estável, apesar dos riscos associados ao Brexit e às medidas protecionistas assumidas pelas principais economias mundiais.
A agência de notação DBRS confirmou o triplo A para o Luxemburgo e justifica a nota com a boa performance das finanças públicas do país.
DBRS confirmou "AAA" à economia luxemburguesa
O Luxemburgo mantém o triplo A, desta vez confirmado pela agência de notação Fitch. A mesma avaliação tinha sido dada pela DBRS, Moody's e Standard & Poor's, anteriormente.
Fitch cites Grand Duchy's "strong" governance metrics, high income per capita and "solid" growth potential and public finances.
O Luxemburgo recebeu uma nova notação Triplo A da agência de notação financeira DBRS. Foi a primeira vez que a agência realizou uma análise para a economia luxemburguesa.
The DBRS rating follows identical scores issued by three other major agencies: S&P, Fitch and Moody's.
O crescimento económico vai abrandar este ano no Grão-Ducado. O diagnóstico é feito pelo Statec no seu relatório mensal de avaliação da economia luxemburguesa. Se em 2015, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 5%, este ano deverá ficar-se pelos 3,1%.
Se em 2015, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 5%, este ano deverá ficar-se pelos 3,1%
A agência de notação financeira Standard & Poor’s (S&P) voltou a confirmar na sexta-feira a nota de triplo A para o Luxemburgo. A agência de notação financeira prevê para o país "um crescimento superior à média da zona euro".