Escolha as suas informações

Fevereiro: Luxemburgo foi o único país da UE onde a produção da energia e dos bens de consumo cresceu
Economia 10.04.2015 Do nosso arquivo online

Fevereiro: Luxemburgo foi o único país da UE onde a produção da energia e dos bens de consumo cresceu

Fevereiro: Luxemburgo foi o único país da UE onde a produção da energia e dos bens de consumo cresceu

Foto: Guy Wolff
Economia 10.04.2015 Do nosso arquivo online

Fevereiro: Luxemburgo foi o único país da UE onde a produção da energia e dos bens de consumo cresceu

O Luxemburgo foi o único estado-membro dos 28 da União Europeia (UE) onde a produção no sector da energia e nos bens de consumo aumentou 0,7% em Fevereiro, segundo o Eurostat.

O Luxemburgo foi o único estado-membro dos 28 da União Europeia (UE) onde a produção no sector da energia e nos bens de consumo aumentou 0,7% em Fevereiro.

Em todos os outros, a produção nestes sectores sofreu quedas, excepto na Letónia onde se manteve no mesmo nível do mês anterior, segundo o Eurostat.

No sector da energia, a UE recuou 11,5% e em torno de 1,5% nos bens de consumo.

As quedas mais acentuadas registaram-se na Lituânia (-9,2 %), Holanda (-8,3 %), Reino Unido (-8,2 %), Bélgica (-6,8 %), Irlanda (-6 %) e Dinamarca (-5,8 %).

Em termos gerais da produção industrial, esta aumentou 0,5% na Zona Euro, e 0,6%, na UE, em Fevereiro.

Em Janeiro, a produção industrial tinha recuado 1,1% em todos os países da Zona Euro e 1,3% nos 28.

Em comparação com o período homólogo do ano passado, o recuo é de 2,8% nos países da moeda única e de 3,4% na UE.

O Eurostat atribui o crescimento na Zona Euro entre Janeiro e Fevereiro à subida de 2% no sector da energia e ao aumento de 0,1% nos bens de consumo perecíveis e não-perecíveis.

Os maiores crescimentos da produção industrial registaram-se na Grecia (3,5 %), Holanda (2,3 %) e Dinamarca (1,7 %).


Notícias relacionadas