Escolha as suas informações

Fecho do "Le Jeudi" arrasta dez pessoas para o desemprego
Economia 11.07.2019

Fecho do "Le Jeudi" arrasta dez pessoas para o desemprego

Fecho do "Le Jeudi" arrasta dez pessoas para o desemprego

Foto: Lex Kleren
Economia 11.07.2019

Fecho do "Le Jeudi" arrasta dez pessoas para o desemprego

Após 22 anos de publicações, o único semanário em língua francesa no Luxemburgo foi editado pela última vez em 6 de junho deste ano.

 O Le Jeudi empregava 15 pessoas e esta quinta-feira soube-se que dez vão agora engrossar a lista de desempregados da Agência para o Desenvolvimento do Emprego (ADEM).

A central sindical OGBL revela, em comunicado, que o plano social abrange dez pessoas. O número de despedimentos foi assim reduzido depois de cinco reuniões de negociação com a direção do grupo Editpress, editor do jornal.

O plano social prevê ainda uma indemnização extralegal para os dez trabalhadores que ficaram sem emprego. Para alguns – a OGBL não indica o número de funcionários efetados – foi possível negociar o acesso à pré-reforma. Os jornalistas vão também beneficiar de medidas de isenção fiscal e de apoios na procura de um novo emprego.

O grupo Editpress anunciou o fecho do jornal Le Jeudi a 4 de junho, justificando-o com problemas financeiros causados pela perda de receitas provenientes da publicidade.

O semanário Le Jeudi tem 22 anos de história, tendo sido fundado em abril de 1997.

O Conselho de Imprensa lamentou o encerramento do jornal, considerando que representa uma “perda para a comunidade francófona do Luxemburgo, mas também para todos aqueles que apreciam “um jornalismo inteligente e pertinente”.

Redação Radio Latina


Notícias relacionadas