Escolha as suas informações

"Falta um um mês de receitas" nos cofres do estado, diz ministro das Finanças
Economia 14.10.2020

"Falta um um mês de receitas" nos cofres do estado, diz ministro das Finanças

"Falta um um mês de receitas" nos cofres do estado, diz ministro das Finanças

Foto: Gerry Huberty/Luxemburger Wort
Economia 14.10.2020

"Falta um um mês de receitas" nos cofres do estado, diz ministro das Finanças

Diana ALVES
Diana ALVES
"Falta um mês de receitas" nos cofres do Estado. As palavras foram proferidas pelo ministro das Finanças, Pierre Gramegna, no Parlamento.

A 31 de agosto último o total das receitas encaixadas pelo Estado rondava os 58,3% da soma prevista no Orçamento do Estado. Um ano antes, o número ascendia aos 68,8%. De acordo com o ministro das Finanças, trata-se de uma "diferença consequente" que se traduz em um mês a menos de receitas. 

Em relação ao orçamento votado para 2020, os números representam uma quebra de 8%. Perante os deputados da comissão de controlo e execução orçamental, Gramegna frisou que esta diferença nas contas públicas se explica sobretudo pela crise sanitária.

As explicações foram dadas durante uma apresentação intermediária sobre as finanças públicas, organizado na sequência de um pedido por parte do Partido Cristão Social (CSV). E também no seguimento de um pedido do CSV – da deputada Diane Adehm – o ministro das Finanças comprometeu-se a informar os deputados sobre a situação orçamental do país uma vez por mês. Note-se que Pierre Gramegna entrega esta quarta-feira no Parlamento o projeto de lei sobre o Orçamento do Estado para 2021. 

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.