Escolha as suas informações

Ensino é o setor mais bem pago no Luxemburgo. 'Hotelaria e restauração' o pior
Economia 02.03.2021 Do nosso arquivo online

Ensino é o setor mais bem pago no Luxemburgo. 'Hotelaria e restauração' o pior

Ensino é o setor mais bem pago no Luxemburgo. 'Hotelaria e restauração' o pior

Foto: AFP
Economia 02.03.2021 Do nosso arquivo online

Ensino é o setor mais bem pago no Luxemburgo. 'Hotelaria e restauração' o pior

Diana ALVES
Diana ALVES
O ensino é o setor de atividade mais bem pago no Luxemburgo, ao passo que o ramo da hotelaria e restauração aparece no outro extremo da lista. Esta é uma das conclusões que se podem tirar dos dados divulgados hoje pelo Eurostat sobre os setores onde melhor se ganha na União Europeia (UE), com base na média dos rendimentos mensais brutos dos trabalhadores em cada Estado-membro.

Os dados, referentes a 2018, mostram então que o ensino é o setor mais bem pago no Grão-Ducado. Algo que contrasta com a realidade de boa parte dos países do bloco. Segundo o gabinete europeu de estatística, a indústria das tecnologias de informação e comunicação é o segmento de atividade mais bem pago em 12 dos 27 Estados-membros da UE e o segundo em quatro.

Olhando para o lado oposto da tabela, surge o ramo da hotelaria e restauração, identificado como o setor mais mal pago em quase todos os países do espaço comunitário, incluindo o Luxemburgo.


Desigualdade de género. Salários altos são quase "inatingíveis" para as mulheres
Apesar de terem mais qualificações, as mulheres estão em maioria nos cargos intermédios. Salários e cargos altos continuam território masculino.

Quanto à construção, o setor aparece a meio da tabela na maior parte dos Estados-membros. É na Polónia que o setor da construção surge em destaque sendo o setor mais bem pago. Já em Malta, a construção é o ramo mais mal pago.

Ainda sobre o ensino, dados da rede europeia Eurydice, divulgados a 5 de outubro último, à margem do Dia Mundial do Professor, indicam o Luxemburgo é o país do bloco onde os professores mais ganham. Um professor em início de carreira numa escola pública encaixa 67.391 euros brutos por ano no Grão-Ducado.  

(Com Henrique de Burgo.)


Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas