Escolha as suas informações

Empréstimos aumentaram apenas 2% entre março e julho
Economia 24.11.2020

Empréstimos aumentaram apenas 2% entre março e julho

Empréstimos aumentaram apenas 2% entre março e julho

Foto: Pixabay
Economia 24.11.2020

Empréstimos aumentaram apenas 2% entre março e julho

Susy MARTINS
Susy MARTINS
Os novos empréstimos bancários às famílias e empresas não financeiras luxemburguesas aumentaram 1,3 mil milhões de euros, entre o mês de março e o mês de julho deste ano, traduzindo-se numa subida de 2%.

Apesar deste aumento em comparação com os anos anteriores o valor diminuiu para quase metade. Os dados foram avançados pelo ministro das Finanças, Pierre Gramegna, em resposta a uma questão parlamentar do deputado do LSAP Mars di Bartolomeo. Segundo o deputado socialista, um estudo francês dá conta que na maioria dos países europeus tem havido mais empréstimos por parte dos bancos. No entanto, o Luxemburgo parece ser a exceção com o montante dos empréstimos a diminuir quase para metade.

Segundo Gramegna, os números do Grão-Ducado refletem o sucesso das medidas introduzidas pelo Governo para manter o poder de compra dos agregados familiares e a liquidez das empresas, limitando assim o recurso ao crédito bancário para enfrentar esta crise.


Supervisor financeiro aperta concessão de crédito ao imobiliário
A Comissão de Supervisão do Setor Financeiro (CSSF) emitiu recentemente uma circular em que insta os bancos do Luxemburgo a definir novos critérios de concessão de crédito à habitação.

Note-se que a Comissão de Supervisão do Setor Financeiro (CSSF) emitiu recentemente uma circular em que insta os bancos do Luxemburgo a definir novos critérios de concessão de crédito à habitação (ver caixa ao lado). A partir do dia 1 de janeiro de 2021, segundo uma das novas regras, o valor do empréstimo concedido pelos bancos não poderá superar o valor da compra do alojamento.  

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.