Escolha as suas informações

Empresários portugueses da diáspora criam federação europeia com mais de 100 mil empresas
Economia 2 min. 20.10.2021 Do nosso arquivo online
Empresas

Empresários portugueses da diáspora criam federação europeia com mais de 100 mil empresas

Empresas

Empresários portugueses da diáspora criam federação europeia com mais de 100 mil empresas

Foto: DR
Economia 2 min. 20.10.2021 Do nosso arquivo online
Empresas

Empresários portugueses da diáspora criam federação europeia com mais de 100 mil empresas

Lusa
Lusa
Comunidade empresarial portuguesa do Luxemburgo está representada na federação, que foi apresentada oficialmente ontem, na Embaixada de Portugal em Paris.

Os empresários portugueses na diáspora criaram a Federação Europeia de Câmaras de Comércio e Indústria Portuguesa que incluiu países como França, Luxemburgo, Inglaterra, ou Alemanha, agregando mais de 100 mil empresas.

"[As empresas] vão poder beneficiar de um 'networking' europeu, a nossa ideia é de alargar ao máximo esta rede. Estamos a falar de mais de 100 mil empresas a representar vários países e falo só de empresas da diáspora", afirmou Carlos Vinhas Pereira, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa e presidente da recém-criada federação europeia, em declarações aos jornalistas.

A Federação Europeia de Câmaras de Comércio e Indústria Portuguesa passa a agregar as diferentes câmaras de comércio das empresas portuguesas espalhadas pela União Europeia, reunindo os empresários lusos de França, Luxemburgo, Inglaterra, Bélgica, Alemanha, Noruega, Roménia, Espanha, Polónia e Irlanda.

A sessão inaugural de trabalhos desta nova estrutura aconteceu, esta segunda-feira, na Embaixada de Portugal em Paris e contou com a presença do secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, que felicitou a iniciativa.

"Não podemos comparar as câmaras de comércio, mas podemos trabalhar para termos um conjunto de boas práticas que permitam solidificar os serviços prestados por estas entidades e fazermos algo muito importante, são uma rede única de empresários", disse o governante.

Esta nova estrutura, segundo Eurico Brilhante Dias, vai permitir às empresas sediadas em Portugal, especialmente às pequenas e médias empresas, de terem acesso a novos mercados e integrarem-se nesses países, "acelerando o processo de internacionalização".

O próximo passo da recém-criada federação, que atualmente tem estatuto francês, já que foi criada em França, é bater-se junto das instituições europeias para ter um estatuto de associação europeia, algo que ainda não existe, mas que está a ser proposto a Bruxelas.

As atividades da federação vão incluir eventos, formações, serviços e informações sobre os programas do Governo português destinados aos empresários da diáspora.

Eurico Brilhante Dias vai continuar em França, seguindo na quarta-feira para Nantes onde vai marcar presença na cerimónia de inauguração da Delegação do Grand Ouest da Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa, tendo ainda encontros com empresas e a comunidade de empresários de origem portuguesa na cidade.

Siga-nos no Facebook, Twitter e receba as nossas newsletters diárias.


Notícias relacionadas

A Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa (CCIP) organiza de 20 a 22 de Abril uma missão empresarial ao Luxemburgo, em colaboração com a Associação Empresarial Portuguesa (AEP). O objectivo é pôr as empresas portuguesas em contacto "com entidades oficiais e com potenciais parceiros e clientes locais", incluindo da diáspora portuguesa.