Escolha as suas informações

Emprego assalariado cresce 3,7% no terceiro trimestre
Economia 16.12.2019 Do nosso arquivo online

Emprego assalariado cresce 3,7% no terceiro trimestre

Emprego assalariado cresce 3,7% no terceiro trimestre

Economia 16.12.2019 Do nosso arquivo online

Emprego assalariado cresce 3,7% no terceiro trimestre

Função pública, comércio e restauração foram os setores mais dinâmicos.

O emprego assalariado aumentou 3,7% no terceiro trimestre deste ano, face ao mesmo período de 2018. Segundo o instituto de estatística luxemburguês (Statec), a subida deve-se sobretudo à criação de postos de trabalho na administração pública e também nos setores do comércio e restauração.

A administração e outros serviços públicos foram responsáveis por um incremento homólogo de 4,6% e o setor de comércio, transporte, hotelaria e restauração, por um aumento de 4,2%.

Estes dois setores representam 43% do emprego assalariado e são responsáveis por 51% da criação líquida de emprego entre o terceiro trimestre de 2018 e o mesmo período deste ano.

Durante este período de tempo, o número de trabalhadores transfronteiriços continuou a evoluir de forma mais rápida que o dos residentes, com aumentos de 4,6% e de 3%, respetivamente. Entre os residentes, o número de trabalhadores da União Europeia cresceu 2%, a um ritmo mais lento do que a progressão de 9,5% dos trabalhadores não-comunitários.


Notícias relacionadas

Covid-19 afetou evolução do emprego no primeiro trimestre
Sem surpresas, a pandemia da covid-19 está a afetar a evolução do emprego no Luxemburgo. No primeiro trimestre deste ano, o aumento do número de trabalhadores no país ficou-se pelos 0,3% face a igual período de 2019. No trimestre anterior, a subida tinha sido de 0,8%, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (STATEC).
Luxemburgueses são 27% do mercado de trabalho
Os luxemburgueses representam 26,6% do mercado laboral do Grão-Ducado. No segundo trimestre havia um total de 422.010 trabalhadores no país, sendo que os luxemburgueses na vida ativa eram 112.360, de acordo com os dados mais recentes do instituto luxemburguês de estatística (Statec).